30/03/2020 às 07h05min - Atualizada em 30/03/2020 às 07h05min

Pioneira é sepultada ao som de catira e muita emoção no Araguaia VEJA VÍDEO

Araguaia Notícia + Agencia da Notíca
A pioneira e uma das fundadoras do grupo de Catireiros do Araguaia, Joana Araújo, foi sepultada no sábado na cidade de Araguaiana com várias emoções inclusive com uma apresentação de catira com os filhos e o esposo e também fundador do grupo Orlando Fernandes. Foi muita emoção conforme mostra o vídeo abaixo.

Um grupo familiar que ficou conhecido nacionalmente como os Catireiros do Araguaia. Ela faleceu na sexta-feira (27/3) em um sítio em Araguaiana (MT), onde segundo informações tratava de um problema de saúde. 

O barulho dos pés nos chãos se calou diante da perca da mãe dos catireiros, que levou a catira e também Barra do Garças e toda a região do Araguaia a ficar conhecida nacionalmente com apresentações culturais que deixavam os que conheciam e os que não conheciam a catira, admirados. 



Além de dançarem a catira, os Catireiros do Araguaia, é formado por uma família com 25 participantes sendo músicos, compositores e dançarinos que cantam e tocam música sertaneja raiz. 

Em Barra do Garças diversas autoridades manisfestaram sentimentos pela partida de Dona Joana, entre eles o Prefeito da Cidade Beto Farias. 

O Secretário Adjunto da SECITECI- Stephano do Carmo, que é nascido em Barra do Garças também lamentou a morte de Dona Joana.”Quero expressar meus sentimentos a toda família de Dona Joana, ao seu esposo e ao Professor Miro, filho de Dona Joana. Juntamente com o esposo, filhos, netos e bisnetos, Dona Joana deu exemplo de alegria e Uniao, deixando um legado cultural enorme para toda a região do Araguaia, nossa eterna gratidão a essa matriarca que tão bem representou a nossa Cultura e as famílias”, disse O Secretário Stephano ao Agência da Notícia.

Como precursora do grupo artístico, dona Joana deixa para sua família e para a região do Araguaia uma rica contribuição cultural. O sepultamento da matriarca está marcado para amanhã (28), as 13h, em Araguaiana.

Catireiros do Araguaia

Os Catireiros do Araguaia colecionam aparições na televisão e até mesmo um documentário que leva o nome do grupo. Em 2016, foi lançado o documentário “Catireiros do Araguaia – uma família no palco, tradição dos pés à cabeça”. O curta registra a trajetória e a produção do grupo ao longo dos anos.
Ainda no mesmo ano, ocorreu a gravação de um show memorável que virou DVD, com direção da jornalista Carina Benedeti e fotografia do professor da UFMT Gilson Costa, coordenador do NPD/UFMT. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »