25/03/2020 às 09h59min - Atualizada em 25/03/2020 às 09h59min

Mulheres que morreram no acidente de Barra do Garças são sepultadas com velório restrito por causa do coronavírus

Araguaia Notícia
Seguindo orientação do Ministério da Saúde para evitar aglomerações por causa do coronavírus, os velórios das mulheres Maria Dayane da Silva, de 23 anos, e Eliana Pereira de Alencar, de 48 anos, foram restritos a familiares e amigos na manhã de quarta-feira dia 25/3 na cidade de Alto Araguaia-MT onde foram sepultadas por volta das 10 horas da manhã.

Conforme normas do combate ao COVID-19 foram restringidas a entrada de familiares e amigos para 5 pessoas de cada família, entra 5 e sai 5 pessoas para assim evitar aglomeração e proteger a saúde de todos.

Segundo informação da Polícia Militar, as mulheres que são primas estavam indo para casa e estava à frente do caminhão desgovernado. Elas viraram à esquerda para pegarem a rua onde moram no Jardim dos Ipês e o motorista do caminhão virou no mesmo sentido para tirar o caminhão da pista e acabou passando em cima das vítimas.

O motorista do caminhão está com habilitação vencida desde 2018 e o caminhão está com a documentação atrasada desde 2017. A polícia informou que o motorista responderá por homicídio culposo e dirigir com CNH vencida, porém em liberdade.

A perícia vai apurar as falhas que levaram o caminhão a perder o freio e causar essa tragédia em Barra do Garças. Somente neste ano de 2020 já foram 5 mortes no trânsito da cidade. Em 2019, 32 pessoas faleceram por causa do trânsito na maior cidade do Vale do Araguaia.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »