16/03/2020 às 16h15min - Atualizada em 16/03/2020 às 16h15min

Após circulação de vídeos, PM promete apurar possíveis excessos em Barra do Garças

Araguaia Notícia


Dois vídeos estão circulando na rede social em Barra do Garças, no leste de Mato Grosso, sobre uma ação da Força Tática que foi prender um rapaz com mandado de prisão por pensão alimentícia e acabou tendo o irmão também detido após um desentendimento com os policiais.

Esse segundo jovem alega que foi agredido com um tapa. Os vídeos começaram a circular no sábado, porém a confusão aconteceu na sexta-feira (13/3) quando a PM procurava pelo rapaz com mandado de prisão.

Na manhã de segunda-feira (16/6), o comandante do 5º Comando Regional de Barra do Garças, coronel Souza, e o tenente Silvestre, comandante da Força Tática, concederam entrevista coletiva informando que vão apurar se houve excesso dos policiais durante a prisão.

O coronel Souza explicou que um Inquérito Policial Militar (IPM) será aberto com essa finalidade. “Nós não concordamos com violência e vamos apurar o que realmente aconteceu”, frisou. O tenente Silvestre salientou que a guarnição da Força Tática foi recebida com provocações e que o policial tentou imobilizar o irmão do procurado fato que somente foi possível após aplicar um mata-leão.  

No vídeo aparece os policiais perto de um galpão conversando com um rapaz. E quem aparece indagando os militares é o irmão do procurado. “O nome do meu irmão não é esse. Procuram pra ele”, diz o jovem no vídeo e nesse instante acontece a agressão menciocnada e depois a prisão.

Esse jovem foi colocado na viatura e conseguiu fugir dela após quebrar a fechadura do camburão. Na sequência, ele se apresentou na delegacia já acompanhado de advogado. “Nós entendemos que houve excesso dos policiais principalmente daquele que desferiu o tapa. Não havia necessidade de fazer aquilo”, explica o advogado Reinaldo Leite que já anunciou que vai apresentar denúncia na corregedoria e no fórum contra atitude do policial.

Acompanhe os vídeos e veja na integra a nota do 5º comando regional da Polícia Militar de Barra do Garças.
 
 
NOTA DE ESCLARECIMENTO À IMPRENSA E A SOCIEDADE

Tendo em vista, a divulgação de vídeos em grupos de WhatsApp e redes sociais, relacionados ao cumprimento de um mandado de prisão nº 0017767- 662017.8.11.0004.01.0001-25, cumprido pela guarnição da Força Tática, no último dia 13.03.2020 (sexta-feira).

Esclarecemos que, todos os fatos foram registrados no boletim de ocorrência nº 2020.76082, o qual versa sobre a atuação dos policiais militares na referida ocorrência. Com relação às denúncias sobre um possível excesso dos militares na condução da ocorrência, informamos que este Comando Regional ao ter obtido conhecimento sobre o caso, determinou a imediata apuração dos fatos, sempre no respeito ao direito ao contraditório e a ampla defesa das partes.

Salientamos ainda, que este comando não coadunará com qualquer transgressão ou excesso por parte de seus policiais ou atuação diversa dos procedimentos estabelecidos pelo POP (Procedimento Operacional Padrão), porém alerta a toda a sociedade sobre os perigos de se lançar um pré-julgamento da atuação dos militares, antes de uma apuração irrestrita e imparcial, a qual buscará trazer verdadeira luz aos fatos.

Mais uma vez, reiteramos nosso compromisso, buscando promover o respeito às leis trabalhando incansavelmente pela preservação da sensação de segurança e ordem pública. Barra do Garças –MT 16 de março de 2020. Cel PM Antônio Gilvando de Souza – Comandante do 5CR. 1 Ten PM Aguinelo Silvestre de Oliveira - Comandante do Pelotão Força Tática.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

0.9%
3.6%
11.8%
83.6%