15/03/2020 às 11h23min - Atualizada em 15/03/2020 às 11h23min

Tenente Ledur volta a ser interrogada pela morte de aluno do bombeiro

Eduarda Fernandes / Gazeta Digital
ARAGUAIA NOTÍCIA


Foi na quinta-feira (12/3) a audiência na qual a tenente Izadora Ledur de Souza foi interrogada pelo juiz da 11ª  Vara Criminal Especializada da Justiça Militar, Marco Faleiros. O processo é referente à morte do aluno Rodrigo Patrício Lima Claro, que morreu em novembro de 2016 após treinamento no curso de bombeiro, em Cuiabá. 

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado (MPE), a vítima demonstrou dificuldade para desenvolver algumas atividades e Ledur teria utilizado métodos abusivos, considerados como tortura, para puni-lo.  Rodrigo morreu 5 dias após ser internado.

Nas redes sociais, Jane Claro, mãe de Rodrigo, comentou sobre a aproximação da nova audiência. Disse estar tentando encontrar forças para enfrentar tamanho sofrimento. "O dia se foi, a noite chegou, a madrugada já iniciou e mais um dia vem, e a mãe segue aqui, tentando preparar o psicológico para mais uma dolorosa audiência", escreveu.



A última audiência do caso ocorreu em novembro do ano passado. Na ocasião, a defesa de Ledur insistiu na oitiva da testemunha de defesa, o Tenente Coronel Bombeiro Militar Danilo Cavalcante Coelho, que não estava presente na ocasião. Nova audiência então foi marcada para esta quinta. A testemunha chegou a apresentar um atestado médico informou de sua impossibilidade de comparecer novamente na audiência.

Contudo, desta vez, o magistrado determinou que ele fosse ouvido por carta precatória. Deste modo, seu depoimento pode ser colhido à distância. Após o interrogatório de Ledur, Faleiros deve marcar uma audiência de julgamento.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
4.5%
19.5%
74.2%