10/03/2020 às 06h02min - Atualizada em 10/03/2020 às 06h02min

Curso de Psicologia do Univar participa de homenagem as mulheres de Barra do Garças

Durante ciclo de palestras sobre empoderamento da mulher com a participação da Secretaria de Ação Social

Assessoria / Univar
ARAGUAIA NOTÍCIA


Empoderamento foi a palavra mais buscada no dicionário Aurélio no ano de 2016. Segundo o próprio dicionário, empoderar-se significa conquistar o poder, consciência social e conhecimento e, com isso, realizar transformações individuais ou de um certo grupo social.

Esse efeito se deve as lutas históricas vivenciadas pelas mulheres ao longo dos tempos. As greves, as manifestações e os discursos em praças públicas serviram de modelo para que hoje vários direitos fossem conquistados pelo público feminino. Além disso, essas bandeiras importantes alçadas pelas mulheres servem de motriz para despertar na sociedade a importância do cuidado, respeito e autonomia.

Por esse motivo, rememorando séculos de conflitos históricos e latentes, o dia 8 de março é comemorado como o Dia Internacional da Mulher. A Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica Contra a Mulher de Barra do Garças e Pontal do Araguaia é uma das estratégias de combate aos diversos crimes que o público feminino é alvo na nossa sociedade. Reconhecida nacionalmente como um dos principais órgãos de proteção à mulher no Mato Grosso, a popular Rede de frente tem exercido um importante papel na conscientização e empoderamento feminino.

Ao longo dos anos, a cidade de Barra do Garças tem sido modelo em enfrentamento a violência doméstica para todo o Estado. Por esse motivo e pela enorme contribuição social, o Centro Universitário do Vale do Araguaia (UNIVAR) por intermédio do curso de Psicologia representado pela professora Ana Paula Fernandes participou do evento “Rede Mulher” promovido pela Rede de Frente.

A ação foi realizada no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Santo Antônio e ocorre periodicamente, preferencialmente nos bairros de maior incidência desse tipo de crime [violência contra a mulher]. O Rede Mulher tem como objetivo levar diversos atendimentos da Rede de Atenção local e dos parceiros da Rede de Frente às mulheres vítimas de violência doméstica.

São ofertados serviços de saúde, assistência social, estética, orientações jurídicas, entretenimento, além de serem ministradas palestras instrutivas com essa temática. O UNIVAR, como parceiro da Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica, não poderia ficar de fora dessa grande ação em prol de uma sociedade mais justa e igualitária para todos.

Segundo a docente Fernandes participar de um evento como este trás muito aprendizado para os acadêmicos de psicologia. No Rede Mulher eles participam ativamente de um trabalho interdisciplinar e interinstitucional em benefício da sociedade que, além de colocarem em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, trás uma verdadeira aula de cidadania.

“O psicólogo hoje em dia deve sair das quatro paredes do consultório e ampliar sua área de atuação indo de encontro à realidade social em que vive. A sociedade espera ansiosamente por esse compromisso, não só dos profissionais de psicologia, mas de todos nós. ”

Recentemente, o UNIVAR manifestou interesse na parceria com a Rede de Frente para a realização da 3ª Corrida Maria da Penha. Essa é mais uma ação estratégica de enfrentamento e combate à violência doméstica nas suas mais diversas nuances.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.7%
5.1%
18.9%
74.4%