31/01/2020 às 15h47min - Atualizada em 31/01/2020 às 15h47min

Justiça determina prisão de pai acusado de dopar e estuprar própria filha

RD News
ARAGUAIA NOTÍCIA


O juiz Aristeu Dias Batista Vilella, do Juizado Especial Criminal Unificado, determinou a prisão preventiva do pai da adolescente de 17 anos, que foi preso por suspeita de dopar e estuprar a filha durante seis dias na casa onde eles moravam, no Residencial Paiaguás, em Cuiabá. A decisão foi durante audiência de custódia na tarde de hoje (27/01). A informação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça, mas o caso segue sob sigilo.

O suspeito foi detido em flagrante hoje após a jovem conseguir gritar. Ela foi socorrida por uma vizinha e pelo vigilante do condomínio. Uma testemunha afirmou aos policiais que, quando entrou no apartamento da família, o homem de 43 anos estava segurando a vítima para impedir que ela fugisse. 

Na delegacia, a adolescente contou que há uma semana era abusada sexualmente pelo pai de forma constante. Em alguns dias os estupros chegaram a acontecer mais de cinco vezes. Além disso, o suspeito também não estaria usando preservativo. 



Conforme relato da vítima, na quarta (22), o pai teria dado a ela um remédio, que ela afirmou não saber o nome ou outros detalhes do medicamento. Ela teria perdido os sentidos por um período do dia. Quando acordou, durante a madrugada, flagou o suspeito sem roupas praticando sexo oral nela. 

Segundo a adolescente, após o primeiro abuso, o pai começou com uma série de estupros diários que seguiram até ontem (27), quando ela conseguiu pedir socorro durante mais uma tentativa de abuso sexual. O suspeito ainda tentou fugir, mas foi impedido pelo porteiro do condomínio. A Polícia Militar foi acionada e o homem foi preso em flagrante. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%