31/01/2020 às 04h59min - Atualizada em 31/01/2020 às 04h59min

Estuprador e mãe que mantinha quarto exclusivo para abuso da filha de 12 anos são soltos em Barra do Garças

Fabiana Mendes / Olhar Direto
ARAGUAIA NOTÍCIA


Um usuário de drogas de 23 anos, que estuprava a filha de sua namorada, de 12 anos, foi liberado pela Polícia Civil na quarta-feira (29). A mãe, de 43 anos, que mantinha um quarto exclusivo para que o companheiro cometesse os abusos, também foi solta. O caso foi registrado na noite de terça-feira (28), em Torixoréu (a 577 quilômetros de Cuiabá).

Segundo a Polícia Civil de Barra do Garças, as prisões realizadas pela Polícia Militar não ocorreram em flagrante, ou seja, logo após de cometido o crime. O último estupro teria acontecido há quase dois dias da abordagem dos criminosos, que ocorreu em uma barreira policial, após informações do Conselho Tutelar.



Embora ambos tenham sido liberados, eles continuam respondendo pelo crime de estupro de vulnerável. A vítima foi encaminhada para exame pericial no Instituto Médico Legal (IML), onde deverá ser colhido material genético para possível confronto com do suspeito. Agora cabe ao delegado requisitar um pedido de prisão do casal.  

No dia da prisão do casal, a vítima relatou que costumava sofrer abusos por parte do suspeito. A menina ainda disse que sua mãe teria conhecimento de tudo, inclusive teria deixado um quarto da residência onde moram exclusivo para os estupros.  O suspeito seria usuário de drogas e teria passagens criminais por tráfico de drogas. A mãe seria alcoólatra.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%