28/01/2020 às 17h43min - Atualizada em 28/01/2020 às 17h43min

Mulher tem casa atacada por cupins e pede doação de guarda-roupas em Pontal do Araguaia VEJA VÍDEO

A dona de casa conta que a invasão começou a seis meses e já comprometeu madeiramento do telhado e estragou um guarda-roupas dela

Araguaia Notícia


Um ataque de cupins virou notícia na cidade de Pontal do Araguaia-MT porque afetou a casa de uma moradora de 60 anos, vizinha da Secretaria de Obras do município. Acontece que os cupins estão vindo de uma árvore que fica no pátio da secretaria e passam pelo muro trazendo transtornos para senhora Luzia Ferreira de Freitas.

Ela reclama que já pediu várias vezes para os funcionários da Secretaria de Obras cortarem a árvore ou fazer o serviço de pulverização para evitar a proliferação dos cupins, porém isso não aconteceu. E como consequência estragou um guarda-roupas e afetou também o madeiramento do telhado da casa da senhora que cuida do irmão especial de 75 anos.



A reportagem da Tv Band de Barra do Garças esteve no local onde constatou a veracidade do fato. Segundo a dona Luzia, os cupins já avançaram para mais três casas no setor. “Eu não tenho dinheiro para pulverizar a minha casa e já pedi na secretaria e alguns funcionários ficam rindo de mim”, conta a moradora chateada.

A reportagem da Tv entrou em contato com Emildo Ferreira, secretário de Obras, que assumiu o compromisso de resolver o problema da árvore. “Nós vamos avaliar a possibilidade de cortar ou podar a árvore e vamos pulverizar a casa desta senhora. Sobre o guarda-roupas vamos ter que pedir uma doação da comunidade, mas estou disposto a colaborar também”, explicou Emildo.

Acompanhe a reportagem sobre a casa invadida por cupins em Pontal do Araguaia. Esperamos que realmente a Secretaria de Obras resolva essa situação. E quando estiver tudo bem, fazemos questão de voltar lá para mostrar a sociedade.

Aproveitamos também a audiência do site Araguaia Notícia para pedir um guarda-roupas de casal para essa senhora. Pode ser usado. Os interessados em ajudar podem ligar nos telefones (66) 9 9224 4739 ou 9 8401 2280.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
4.5%
19.7%
73.9%