28/01/2020 às 16h52min - Atualizada em 28/01/2020 às 16h52min

Mulher que lutava para largar o vício é encontrada morta em Aragarças VEJA VÍDEO

Araguaia Notícia


Uma notícia muito triste na cidade de Aragarças-GO, na divisa com Mato Grosso, na noite de segunda-feira (27/01). Foi encontrada morta, Magna Lopes dos Santos, de 37 anos, que lutava para largar o vício das drogas. Ela esteve por dois meses internada numa clinica de recuperação em Goiânia e demonstrava uma franca recuperação.

Todavia, Magna abandonou infelizmente o tratamento no início de janeiro e retornou para Aragarças onde voltoou a ter contato com as más amizades e na noite de ontem ela foi encontrada morta numa casa na rua 2. Segundo a polícia pode ter sido um suicídio.

O presidente do Conselho Municipal de Políticas contra as Drogas (Compod) de Aragarças, Fabrício Burjack, lamentou a morte de Magna.

“Fomos nós do Compod que a levamos para clínica e ela estava muito feliz e nos mandou várias fotos demonstrando sua satisfação. Só que ela não aguentou o período de abstinência, que é necessário durante o tratamento, e voltou antes do previsto. A gente lamenta por ela e pela família. A Magna era muito querida na nossa região”, disse Fabrício.

Talvez,  poucos saibam disso, de que a Magna já trabalhou no comércio de Barra do Garças e estudou em várias escolas e ultimamente estava trabalhando num restaurante em Aragarças. Porém, ela teve contato com as drogas ainda na juventude principalmente o crack.

Deixamos aqui as condolências aos familiares e desejamos que a história da Magna sirva de alento e estimulo para que os jovens usuários despertem para o risco que estão correndo, seja com drogas ou até mesmo o álcool que podem causar frustrações e situações irreparáveis. Descanse em paz, Magna! Sua luta, acreditamos, não será em vão. 

Veja a reportagem que saiu na Tv Band no programa Comando Geral: 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
4.5%
19.5%
74.1%