25/11/2019 às 15h52min - Atualizada em 25/11/2019 às 15h52min

Beto Farias, vereadores e policiais debatem alternativas para reduzir mortes no trânsito de Barra do Garças

Foram 31 mortes em 2019 cuja estatística assustou a todo mundo e maioria dos acidentes causados por imprudência

Secom - BG
ARAGUAIA NOTÍCIA
Edevilson Arneiro / Secom-BG


O prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias, se reuniu com vereadores e representantes da Segurança Pública para debater alternativas que possam colaborar para reduzir o alto índice de acidentes e mortes no trânsito em Barra do Garças. Por mais de duas horas a questão foi amplamente debatida e discutida a criação de um Comitê de Gestão de Trânsito para mudar essa triste realidade.

Na reunião a Polícia Militar apresentou um vídeo que retrata a situação do trânsito de Barra do Garças. Por meio de números, o 2º Batalhão de Polícia Militar, representado pela tenente-coronel Andréia Vital Costa, mostrou ao prefeito e vereadores que o problema é maior do que se imagina. Somente neste ano foram 32 pessoas mortas vítimas de acidentes.

Além de apresentar o número de mortes, a PM apresentou também dados estatísticos com os prejuízos que as ocorrências causam ao município. O relatório aponta que Barra do Garças, pela quantidade habitantes, é uma das cidades mais violentas no trânsito em Mato Grosso e no Brasil. 

“Nós percebemos com esses dados que o trânsito de Barra do Garças mata mais do que qualquer outra coisa. É assustador. Diante desses dados resolvemos convocar os Poderes Executivo e Legislativo para lançarmos uma alternativa para que possamos diminuir os acidentes e ter um trânsito mais ordeiro”, disse a oficial.

O prefeito Roberto Farias reconheceu o problema e prometeu auxiliar a Polícia Militar e as forças de segurança a mudar esse quadro. Além de sugerir a criação de um Comitê de Gestão do Trânsito, o prefeito informou que vai se empenhar na contratação de um profissional de engenharia de trânsito para mapear a cidade e achar encontrar soluções para amenizar o problema.



“É a cidade mais segura de Mato Grosso, porém, é a mais violenta no trânsito. Temos que encontrar uma solução e solicitamos a tenente-coronel Andréia a realização de um estudo para acharmos um caminho e hoje com esse raio-x, estamos discutindo o que vamos fazer. Campanhas já realizamos muitas e todas foram em vão. Por isso pedimos a colaboração da Segurança Pública”, disse o prefeito.

A Câmara de Barra do Garças, representada pelos vereadores Dr. Joãozinho (presidente), Murilo Valoes e Garrincha, também participará das ações que visam reduzir o alto índice de mortes no trânsito. Os parlamentares também ficaram surpresos com os números apresentados pela Polícia Militar e prometeram que vão trabalhar em conjunto com a Prefeitura e demais instituições para encontrar uma saída.

Prefeitura, Câmara, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ciretran, Politec e BR Tran estão envolvidos na busca de uma solução para o trânsito local.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
4.7%
19.9%
73.8%