18/11/2019 às 15h41min - Atualizada em 18/11/2019 às 15h41min

Prefeito fecha por 50 dias prefeitura alegando crise financeira

Decreto passa a valer a partir desta segunda-feira (18) e segue até o dia 5 de janeiro de 2020

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


A Prefeitura de Acorizal, a 59 km de Cuiabá, decretou recesso de quase 50 dias e alegou crise financeira. O decreto foi publicado no Diário Oficial dos Municípios (AMM) na edição de quarta-feira (14).

A decisão passa a valer a partir desta segunda-feira (18) e segue até o dia 5 de janeiro de 2020.

O prefeito Clodoaldo Monteiro da Silva (PSDB) afirmou que, devido a crise financeira, serão rescindidos alguns contratos de trabalho e alguns cargos comissionados serão exonerados.



Além disso, o recesso foi decretado neste período devido a tradição das festas de fim de ano.

Segundo Clodoaldo, o objetivo é conter as despesas.

De acordo com a prefeitura, durante o recesso funcionarão apenas os serviços essenciais e os administrativos internos que forem considerados necessários para o encerramento das atividades, com revezamento na escala dos servidores.

Na Secretaria Municipal de Fazenda, funcionará apenas o setor de tributos.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

0.9%
3.6%
11.7%
83.8%