12/11/2019 às 22h11min - Atualizada em 12/11/2019 às 22h11min

Continua a luta da professora de Barra do Garças para trazer corpo da irmã assassinada pelo filho na Espanha

Família precisa arrecadar R$ 50 mil para fazer o translado do corpo. Mãe e irmã da vítima moram em Barra do Garças

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
Laís e a irmã Minaene (de verde) em uma das vezes que ela visitou o Brasil — Foto: Arquivo pessoal


A professora Laís Franco, de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá realiza uma campanha para pagar o translado do corpo da irmã dela, Minaene Franco, de 36 anos, morta na Espanha. O principal suspeito do crime é o filho de Minaene que está preso.

Com os recursos arrecadados entre familiares e amigos, Laís viajou para a Espanha, para conseguir a liberação do corpo da irmão, uma vez que naquele país, os corpos só podem sair do necrotério com a presença de alguém da família.

Segundo Laís, a luta agora é para conseguir trazer o corpo da irmã para o Brasil. Para isso, a família precisa arrecadar R$ 50 mil, por meio de uma 'vaquinha online'.



Minaene foi morta no dia 2 deste mês à facadas. O suspeito é o filho dela, um adolescente de 16 anos, que está preso na Espanha.

De acordo com a polícia espanhola, os vizinhos teriam estranhado o desparecimento de Minaene. Depois disso, o filho dela procurou o hospital por causa de um ferimento na mão. Porém, em vez do cartão dele, levou o cartão da mãe.

Os atendentes do hospital desconfiaram e chamaram a polícia. O corpo dela foi encontrado dentro de uma mala em um armário.

Segundo Laís, a família ainda está decidindo onde o corpo será sepultado, caso consigam fazer o translado.

Minaene Franco, de 36 anos, morta na Espanha — Foto: Arquivo pessoal

Minaene Franco, de 36 anos, morta na Espanha — Foto: Arquivo pessoal

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

0.9%
3.6%
11.8%
83.6%