10/09/2019 às 21h44min - Atualizada em 10/09/2019 às 21h44min

Secretaria de Saúde atende sugestões para hospital de Barra do Garças após visita do Coren-MT

Assessoria
ARAGUAIA NOTÍCIA
Reprodução


A secretária de Saúde de Barra do Garças, Clênia Monteiro, divulgou um comunicado no final da tarde de terça-feira sobre as observações que foram apontadas pelo Conselho Regional de Enfermagem (COREN-MT) que esteve visitando o hospital Milton Pessoa Morbeck.

O Coren observou que existe sobrecarga de trabalho dos profissionais de enfermagem que atuam no hospital cuja situação será corrigida pela direção, juntamente com a responsável técnica de enfermagem com o dimensionamento do quadro de profissionais de enfermagem conforme estabelece o COFEN - Conselho Federal de Enfermagem, na Resolução COFEN 543/2017, para que se proceda à adequação necessária, de acordo com a previsão legal da LOA (Lei Orçamentária Anual).

Com relação a existência de medicamentos vencidos, bem como cânula de intubação endotraqueal, a Secretaria de Saúde informa que já foi promovido o descarte conforme legislação e solicitada maior atenção dos profissionais que atuam nos setores e clinicas do hospital quanto ao descarte e verificação diária de medicamentos e ou qualquer outro insumo vencido.

Ressalta-se ainda que existe um Procedimento Operacional Padrão (POP) para verificação e descarte de medicamentos e insumos vencidos e que a direção estará cobrando com maior rigidez o cumprimento do mesmo, sendo que os infratores estarão sujeitos as sanções administrativas cabíveis.

Informamos ainda que Secretaria de Obras do Município está em fase final de elaboração do projeto para reforma e ampliação do Hospital Municipal que contemplam as adequações na infraestrutura da unidade. Sem mais para o momento despeço, colocando-me a disposição para quaisquer esclarecimentos.


                
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%