24/08/2019 às 17h25min - Atualizada em 24/08/2019 às 17h25min

Comerciante é indiciado por homicídio culposo após empurrar motociclista atingido por carreta em Aragarças

Um empurrão que custou a vida do motociclista Jalen, de 41 anos, na cidade de Aragarças. Acompanhe áudio e vídeo do acidente logo abaixo

Araguaia Notícia
Delegado explica o que houve no acidente que vitimou um motociclista em Aragarças


O delegado de Aragarças-GO, na divisa com Mato Grosso, Ricardo Galvão, gravou um áudio na tarde de sábado (24/8) para esclarecer a comunidade que o motociclista Jalen Miranda Soloaga, de 41 anos, realmente foi derrubado pelo pedestre, o comerciante M.F.S., de 51 anos, proprietário de uma oficina.

Na delegacia, o comerciante disse que agiu desta forma para se proteger, pois imaginava que a moto iria acertá-lo e por isso empurrou o motociclista. Porém este ato custou a vida do motociclista que caiu e foi atingido por uma carreta.

Jalen morreu na hora. O pedestre foi logo identificado e preso pela Polícia Militar. Após ser ouvido, o pedestre que é comerciante foi indiciado por homicídio culposo (naquele não que tem intenção) e terá que pagar uma fiança para ser solto.

As pessoas que acompanharam o vídeo na rede social ficaram revoltadas e entendem que o pedestre teve culpa na morte do motociclista que desequilibrou e caiu sendo atingido pelo eixo traseiro da carreta.



A entrevista de Ricardo Galvão esclarece alguns sobre este acidente. O delegado pediu mais calma no trânsito e que todos pratiquem a direção defensiva.

O acidente que vitimou o motociclista Jalen aconteceu em frente ao Supermercado Megafrutt por volta das 11 horas da manhã de sábado e foi rapidamente resolvido graças ao sistema de câmeras que foi instalado pelo prefeito José Elias Fernandes com apoio do deputado estadual Carlos Kabral.

Na imagem, aparece o momento que o pedestre empurra o motociclista que acabou caindo e na sequencia foi atingido pelas rodas da carreta.

O major Ghiovanni disse que a Polícia Militar decidiu conduzi-lo porque atitude deste senhor pode ter contribuído para a morte do motociclista. “Ele se declarou que estava muito arrependido e que não tinha intenção de matar o motociclista”, explicou o major.

Jalen era mototaxista em Barra do Garças e estava de folga retornando de uma chácara na cidade de Aragarças.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

0.9%
3.6%
11.7%
83.8%