23/08/2019 às 07h24min - Atualizada em 23/08/2019 às 07h24min

Idoso diz que matou namorada jovem porque não conseguia mais fazer sexo

Este crime aconteceu na cidade de Primavera do Leste. José de Carvalho, 71 anos, se entregou à Polícia Civil na tarde de segunda-feira; Ele matou a esposa de 31 anos com tiros, golpe de facão e passou por cima com caminhonete

Mário Andreazza / Repórter MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


O idoso José de Carvalho, 71 anos, acusado de matar a namorada, Magna Alves Gabriel, 31 anos, se apresentou à Delegacia de Polícia Civil no final da tarde de segunda-feira (19), em Primavera do Leste (244 km da Capital).

Durante interrogatório, o acusado confessou o crime e alegou legítima defesa.

No dia da ocorrência, segundo o idoso, a vítima teria ido à sua casa e o ameaçado de morte, porque não aceitava o fim do relacionamento.

José relatou que as brigas entre o casal começaram porque ele está doente e, consequentemente, não conseguia manter relações sexuais com a namorada, motivo pelo qual queria terminar o namoro.

As investigações, coordenadas pelo delegado regional Rafael Forssari, continuam em andamento para apurar as reais circunstâncias do crime.

Entenda o caso

Magna Alves Gabriel, de 31 anos, foi brutalmente assassinada pelo namorado na noite de domingo (18), em Primavera. A vítima foi executada com tiros, golpe de facão na cabeça e, ainda, foi atropelado pela caminhonete do acusado.

A mulher chegou a ser encaminhada para uma unidade de saúde pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Na casa onde o crime aconteceu foram localizadas marcas de tiros, muito sangue e sinais de luta.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
4.5%
19.5%
74.2%