13/08/2019 às 07h32min - Atualizada em 13/08/2019 às 07h32min

Dupla que assaltou mototaxistas em Barra do Garças é solta após audiência de custódia

Araguaia Notícia


Ninguém entendeu ao certo o que aconteceu, mas a informação foi confirmada ainda no domingo sobre a soltura de dois homens acusados de roubarem mototaxistas em Barra do Garças. Eles foram presos e encaminhados pela prisão em flagrante e após audiência de custódia foram colocados em liberdade.

Um deles chegou a comentar durante oitivas na delegacia que tinha realmente praticado o assalto e apontou o comparsa como a pessoa que estava com arma de brinquedo cometendo os delitos.

Comenta-se que um dos motivos que os assaltantes foram 'liberados' se deve ao fato de que o laudo de corpo delito apresentado no Judiciário seria o preliminar e não o definitivo e que o juíz que estava de plantão disse que só aceita o laudo definitivo. Acontece que a perícia alega, por sua vez, que tem um prazo de 10 dias para entregar o laudo definitivo e normalmente os demais magistrados aceitam o laudo preliminar que é apresentado junto com os conduzidos nas audiências de custódia. 

Em virtude desse impasse acabou causando um fato inusitado onde dois réus confessos de assalto e com apreensão de arma de brinquedo foi soltos horas depois das prisões. 

Uma fonte disse que o Judiciário pode voltar atrás e decretar a prisão dos acusados.  

Roubos

Na madrugada de domingo 11.08, por volta da 01 hora, em continuidade a “Operação Tempus”, policiais militares pertencentes ao 5º Comando Regional em Barra do Garças (509 km de Cuiabá) fizeram a prisão em flagrante de I.J.H.S, 20, e A.P.B, 19, após ambos terem rendido dois mototaxistas, usando um “simulacro”, roubando uma moto Honda CB 300, celulares e dinheiro.
 
Segundo as vítimas, por volta das 00h30min, eles foram acionados pelos suspeitos, os quais contrataram uma corrida, foi quando, no bairro Wilmar Peres, em uma área de chácaras, a dupla teria anunciado o “assalto”, subtraindo os celulares das vítimas, dinheiro e uma das motos, uma Honda CB 300, vermelha. Ainda segundo os mototaxistas, os suspeitos se apresentaram bastante agressivos, agredindo-os fisicamente e os ameaçando de morte.

Acionados, as guarnições de serviço, como o apoio da Força Tática e do Grupo CAR iniciaram diligências pela área central da cidade, se deparando com os suspeitos, na Avenida João Alberto, foi quando os envolvidos desobedecendo às ordens de “parada”, tentaram empreender fuga, porém, perderam o controle da motocicleta, vindo a cair ao chão.
 
Conforme o boletim de ocorrência, com o intuito de intimidar os PMs, o garupa A.P.B teria sacado o simulacro e insinuando atirar contra os policiais, foi quando os militares revidaram com dois disparos, porém ninguém foi atingido.
Os suspeitos foram presos e encaminhados para a Central de Flagrantes, onde foram reconhecidos pelas vítimas. Com eles, os militares recuperaram dois celulares, documentos das vítimas e cerca de R$ 290 em dinheiro.
 
Posteriormente a dupla foi conduzida e apresentada na delegacia de polícia, onde poderão responder pelos crimes de roubo, direção perigosa e desobediência.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
5.1%
20.5%
72.6%