07/08/2019 às 00h15min - Atualizada em 07/08/2019 às 00h15min

Prefeito Roberto Farias acompanha visita do GMF a cadeia de Barra do Garças

Secom - BG
ARAGUAIA NOTÍCIA


O prefeito Roberto Farias acompanhou nesta terça-feira (6), a visita do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Tribunal de Justiça (GMF/TJMT) à Cadeia Pública de Barra do Garças. A inspeção faz parte de um trabalho de diagnóstico do sistema penitenciário de Mato Grosso, iniciado no mês passado às unidades prisionais do Estado.

A visita da comitiva, liderada pelo supervisor do (GMF/TJMT), desembargador Orlando Perri, teve como finalidade conhecer a realidade da cadeia pública local e levantar as necessidades da unidade para promover melhorias que possam inserir os reeducandos no mercado de trabalho e melhorar as condições carcerárias no Estado. 

Em Barra do Garças, o Grupo de Fiscalização conheceu a fábrica de camisetas instalada dentro da cadeia que oportuniza aos reeducandos uma oportunidade de trabalho enquanto aguardam pelo cumprimento das penas impostas pelos crimes cometidos. Os representantes elogiaram o trabalho que vem sendo feito, que teve início ainda pela passagem do juiz Bruno D’Oliveira pela comarca.

O prefeito Roberto Farias elogiou a iniciativa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso pela implantação de um grupo especifico para fiscalizar o sistema penitenciário e buscar melhorias para os reeducandos que almeja pela reinserção social e, principalmente, pela chance de trabalhar mesmo em estado recluso.

 “A parceria é fundamental e coloquei a disposição do desembargador por acreditar que podemos fazer do pouco muito. Pretendo também encaminhar um projeto de Lei à Câmara para dar condições legais para a Prefeitura usar esse efetivo de reeducandos em obras públicas. Isso traz dignidade e condições deles se manterem em suas necessidades básicas”, disse o prefeito, destacando o apoio do deputado estadual Max Russi nessas questões sociais.

Além do desembargador e do prefeito, participaram da visita juízes, promotores e representantes do Sistema Prisional, Polícia Civil e Polícia Militar.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.7%
4.7%
20.2%
73.4%