06/08/2019 às 23h46min - Atualizada em 06/08/2019 às 23h46min

Chuva de granizo chega mais cedo em cidades de Goiás e Mato Grosso

Em Chapadão do Céu e Mineiros precipitação foi mais forte. Inmet diz que fenômeno é considerado incomum para esta época do ano

Sílvio Túlio, G1 GO e Kátia Krüguer, G1 MT e TV Centro América
ARAGUAIA NOTÍCIA


Após mais de dois meses de intenso calor, algumas cidades de Goiás registraram chuva entre a noite de segunda-feira (5) e a manhã de terça-feira (6/8). Em Mineiros e Chapadão do Céu, ambos na região sudoeste do estado, chegou a cair granizo (vídeo). Os registros foram feitos por telespectadores da TV Anhanguera.
 
Outras cidades também registraram chuva, mas como menor intensidade. É o caso de Jataí, São Simão, Posse, Alto Paraíso de Goiás, Rio Verde, Aloândia e Pontalina.
 
De acordo com a chefe do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em Goiás, Elizabete Alves Ferreira, chuvas de granizo não são comuns para essa época do ano no estado.
 
"Não é muito, mas pode ocorrer por conta do contraste térmico, que é muito calor na superfície e o clima mais frio na altitude, causando uma nuvem chamada de Nimbus", explica.
 
Elizabete destaca que estão previstas novas pancadas de chuva - entre 20 e 30 milímetros - para a região sudoeste de Goiás, inclusive, com rajadas de vento e novamente queda de granizo.
 
No entanto, para Goiânia, a previsão é de apenas um chuvisco no fim da tarde. Chuvas mais firmes e consistentes somente em outubro.

Em Alto Taquari (MT) a chuva cobriu estradas de gelo e chama atenção de moradores

Chuva em Alto Taquari durou cerca de 10 minutos e não houve estragos em residências ou prédios públicos, segundo a prefeitura.



Uma estrada no município de Alto Taquari em Mato Grosso ficou coberta por gelo, após uma chuva de granizo no fim da tarde da segunda-feira (5). Segundo a prefeitura, a chuva durou cerca de 10 minutos e não houve estragos em residências ou prédios públicos. 

De acordo com a meteorologista Josélia Pegorim, a passagem de uma frente fria causou a queda de temperatura, que se chocou com uma área de baixa pressão atmosférica formada na região, que faz divisa com Goiás e Mato Grosso do Sul. 

"Isso acabou forçando a criação de nuvens muito carregadas, mas só em pequenas áreas", explicou.Os moradores da região filmaram o momento da chuva de granizo e a mudança na paisagem. 

Conforme os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a possibilidade de chuva para o município, nesta terça-feira (6), é de 80%. 

As temperaturas também permanecem amenas. A mínima é de 14°C e a máxima de 28°C, nesta terça-feira. 


Chuva de granizo foi registrada na segunda-feira (5) -- Foto: Reprodução
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.8%
4.7%
19.9%
73.6%