17/08/2013 às 14h50min - Atualizada em 17/08/2013 às 14h50min

Procuradoria aciona vereadores por distorcerem informação do Barra Previ

Olhar Direto
Olhar Direto

A procuradoria da prefeitura de Barra do Garças afirmou terça-feira (13) que não houve alteração da alíquota cobrada do servidor junto ao fundo previdenciário Barra Previ e atribui a confusão que houve aos boatos que foram espalhados pela oposição. O advogado Emerson Coelho explicou que a alíquota para servidor permanece inalterada em 11% e a alteração que houve foi com relação à parte do empregador (prefeitura) que é de 16,78%.

A correção que foi feita junto ao Barra Previ é para equilibrar as finanças do fundo e evitar colapsos no futuro. Emerson lamentou a atitude e disse que a procuradoria da prefeitura deu queixa na delegacia dos vereadores Reinaldo Silva, José Maria e Júlio César que são do bloco de oposição ao prefeito Roberto Farias e constantemente participam da Rádio Aruanã onde o fato foi divulgado e tem ligação ao grupo do ex-prefeito Wanderlei Farias.

“Houve má-fé e eu diria até mesmo irresponsabilidade porque tentaram jogar os servidores contra o administração municipal”, explica o procurador. O assunto foi amplamente debatido segunda-feira (12), na Câmara Municipal, onde o vereador Odorico Kiko (PT) criticou a oposição e disse que houve maldade na divulgação da notícia de forma truncada.

“Eles não leram o projeto direito e foram até a rádio só para inflamar e jogar o funcionalismo contra a administração e isso é lamentável”, frisou o petista. O vereador destacou que alíquota do servidor não pode ser alterada e parte do empregador infelizmente está sendo alterada para evitar que o fundo quebre lá no futuro.

O ajuste em questão por parte da contribuição da prefeitura terá que ser feito até 2044. O presidente da Câmara Municipal, vereador Miguelão Moreira (PSD), disse que na gestão passada houve uma aplicação mal sucedida de R$ 6 milhões do recurso do Barra Previ cujo valor se perdeu um milhão. “Aplicaram em fundo podre, ai sim de forma irresponsável, e prejudicaram aos servidores. Essa foi a herança que recebemos na prefeitura”, frisou.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »