31/07/2019 às 15h12min - Atualizada em 31/07/2019 às 15h12min

Vereador grava vídeo e convida população para se inscrever em casas de Aragarças

O parlamentar chega elogiar ao prefeito dizendo que a obra faz parte de um pacote de bondade. Detalhe, Celso Barros é considerado vereador de oposição

Araguaia Notícia


Um vídeo que está na rede social nesta quarta-feira (31/7) com o vereador Celso Barros convidando a população carente de Aragarças para se cadastrar na prefeitura e concorrer a construção de 300 casas chamou atenção porque o parlamentar é de oposição ao prefeito José Elias Fernandes e supostamente poderia estar contra o projeto.

Celso explicou, por telefone ao site Araguaia Notícia, de que antes de ser vereador no município, ele também é povo e quer o melhor para sua comunidade. “Eu não fiz nenhuma gozação, mas sim um convite para as pessoas simples do município se inscrevam na prefeitura e espero que o prefeito realmente cumpra o que está prometendo”, destacou.

O parlamentar disse que continua sendo vereador de oposição e jamais andará ao lado do prefeito, todavia não é imbecil de votar contra projetos que são bons para comunidade. “Eu estou esperando o projeto chegar na Câmara para saber como será a construção destas casas e se realmente tudo estiver corretamente, votarei a favor sim”, completou.

A Câmara de Aragarças é formada por onze vereadores e somente dois apoiam abertamente ao prefeito José Elias. Os demais têm adotado uma postura dura com o Executivo até inviabilizando alguns projetos segundo o prefeito e já oposição já tentou cassá-lo por quatro vezes.

A assessoria do prefeito informou que o projeto já está na Câmara Municipal de Aragarças e deve ser votado dia 5 de agosto na volta do legislativo. De acordo com a proposta do Executivo, o município precisa de uma autorização do legislativo para usar o terreno recuperado da Emac para construção das casas.

Depois disso, o município fará uma licitação para escolher uma empresa que irá construir 300 casas na modalidade com prestação populares de 80,00.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »