29/07/2011 às 10h24min - Atualizada em 29/07/2011 às 10h24min

Apreensão recorde de pescado no Araguaia: 700 quilos

Olhar Direto
Ronaldo Couto

A equipe da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) de Barra do Garças apresentou na manhã desta sexta-feira (29) o resultado de uma operação realizada pelo órgão em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Araguaia que resultou na apreensão de 700 quilos de pescado. A blitz foi realizada no km 14 da Br 158, a principal rodovia que liga o Vale do Araguaia ao restante do estado.

Vinte pessoas foram autuadas na operação, na maioria de turistas de outros estados do país que estavam pescando em rios da região leste de MT. Os infratores vão responder por crime ambiental e pagarão multas de 700,00 a quatro mil reais. O diretor da Sema, Cleber Fabiano, informou que os fiscais da Secretaria estavam acompanhados dos patrulheiros checando os veículos procedentes do Médio e Norte Araguaia.

Eram revistados carros, ônibus, caminhões que estavam circulando pela Br 158. O diretor da Sema disse que um infrator multado se exaltou na hora revoltado com a apreensão alegando que tem a carteirinha de pescador amador, todavia desconhecia a legislação. “A lei é bem clara se o pescador pegar um peixe fora da medida compromete todo o pescado dele”, ponderou. Vários filhotes de pintado estavam no meio do pescado apreendido e também alguns exemplares de tatus e pacas abatidas na região.

Os pescadores que tiveram o pescado apreendido estavam vindo dos rios Fontoura, no município de Vila Rica. Culuene, Couto Magalhães e Sete de Setembro. Na maioria empresários e profissionais liberais. Segundo Cleber, pessoas conscientes do que estavam fazendo que esperavam contar com a sorte de não serem pegos pela fiscalização.

Essa foi a segundo maior apreensão registrada em 2011 de pescado. Há dois meses atrás, outro volume considerável de meia tonelada também foi apreendido numa blitz semelhante. Cleber ressaltou que a lei permite a pessoa pegar um exemplar grande de um peixe e mais dez quilos. Porém havia pescador com mais de 260 quilos de pescado e alguns filhotes pelo meio. “É só entrar no site da Sema que a pessoa vai conhecer a legislação e poderá usufruir da região de forma racional”, finalizou.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%