26/07/2019 às 16h28min - Atualizada em 26/07/2019 às 16h28min

Xavantes homenageiam primeira-dama de MT com título de madrinha da etnia

Ações da primeira-dama a favor dos indígenas foram destacadas por representantes da etnia

Luana Braga | Secom - MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


Indígenas da comunidade Xavante da Grande Sangradouro homenagearam a primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, com a entrega de um cocar, simbolizando o título de madrinha da etnia.

Na oportunidade, o cacique-geral Graciliano Tsereptesé de Sangradouro elogiou a forma com que o atual Governo tem atendido as comunidades indígenas, sob o olhar sensível da primeira-dama Virginia Mendes. 

“É fácil de perceber o carinho com que a primeira-dama Virginia Mendes tem auxiliado o Governo do Estado no trato das demandas sociais, com atenção especial para as comunidades indígenas”, destacou o cacique.

Na oportunidade, Graciliano, juntamente com outros representantes indígenas, dentre eles, o coordenador Agnaldo Santos, reivindicou apoio da primeira-dama nas ações de incentivo à produção agrícola e mais atenção do Estado para os cuidados na área de saúde indígena.

Para atender às demandas emergenciais da comunidade, os xavantes também solicitaram cestas básicas, cobertores e roupas. A primeira-dama prontamente solicitou que a secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, atendesse as aldeias da região com algumas doações.

“Quero atuar em parceria com as comunidades indígenas e ajuda-los, sempre respeitando a cultura e os costumes. Este é o segundo grupo que me procura querendo apoio, especialmente na área de desenvolvimento agrário. Eles querem obter mais autonomia e recursos financeiros para beneficiar suas famílias, não querem viver somente de doações”, frisou a primeira-dama Virginia Mendes.

A comunidade Xavante da Grande Sangradouro conta com aproximadamente 3 mil pessoas entre homens, mulheres, crianças e idosos, abrangendo os municípios de Novo São Joaquim, Poxoréu e General Carneiro.




Além do cacique Graciliano, também estiveram na audiência o presidente do Conselho Distrital de Saúde Indígena, Fábio Tsitobrowê, e o ex-vereador no município de General Carneiro, Bartolomeu Patira Xavante, líder representante dos caciques.
Notícias Relacionadas »
Comentários »