18/07/2019 às 16h27min - Atualizada em 18/07/2019 às 16h27min

Pedreiro é preso acusado de abusar da enteada de 10 anos

O Dia on Line
ARAGUAIA NOTÍCIA


A Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), prendeu na manhã de quarta-feira (17/7) um pedreiro de 36 anos acusado de praticar abusos sexuais contra sua enteada, uma menina de apenas 10 anos. Os abusos ocorriam na casa da família, em Goiânia, e duraram cerca de quatro meses. Os detalhes do crime são chocantes.

De acordo com informações da DPCA, o fato chegou ao conhecimento da polícia em maio deste ano, mas os abusos ocorriam desde fevereiro. O homem, cuja identidade não foi divulgada, morava com a enteada e a mãe dela no setor Solar Bougainville, na capital. Era lá que os abusos aconteciam.

O homem, que estava foragido no estado do Maranhão, retornou para Goiânia no domingo (14/7). Ele foi preso na quarta-feira.

Exames periciais comprovaram os abusos sexuais contra a criança. Segundo a polícia, a menina teria sido coagida à prática de sexo anal e oral com o agressor e, por vezes, chegava a colocar gelo na região anal para amenizar a intensa dor provocada pelas lesões.

A Polícia Civil informou que até o momento, não há quaisquer indícios de que a mãe da criança, que se relacionava com o agressor desde 2014, soubesse dos abusos. O caso será apresentado formalmente ainda esta tarde.

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »