16/07/2019 às 06h41min - Atualizada em 16/07/2019 às 06h41min

Homicídio de Pontal do Araguaia foi por vingança onde vítima tinha tentado matar um dos acusados

Foram presos quatro acusados onde um deles foi esfaqueado no passado pela vítima numa tenttiva de homicídio

Olhar Direto + Assessoria PJC MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
Vitima de homicídio em agosto de 2018. A Civil prende 4 suspeitos de matá-lo


Quatro pessoas acusadas de participação de um homicídio ocorrido na cidade de Pontal do Araguaia foram presas pela Polícia Civil, em Barra do Garças, na sexta-feira (12). Também foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. A vítima foi executada com seis tiros, após ter tentado contra a vida de um dos suspeitos.

Tiveram as ordens de prisões preventivas cumpridas: F.O., 43; J.A.S.N, 27; C.A.S., 30 e P.L.J., 30, identificados como um mandante, dois coautores e o quarto indivíduo apontado como partícipe do crime cometido contra a vida.
 
O homicídio aconteceu no dia 25 de agosto de 2018, no bairro Maria Joaquina II, na cidade de Pontal do Araguaia. Na ocasião dois suspeitos em uma motocicleta efetuaram na vítima (Jhone de Oliveira Pereira, 32) seis disparos de arma de fogo.
 
Desde então, os policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças investigavam o caso. Após apoio do Núcleo de Inteligência (NI) foi possível colher provas contra os envolvidos no crime. A motivação também foi esclarecida, em razão da vítima ter tentando contra a vida de um dos investigados.
 
Diante dos indícios, a Polícia Civil representou pelos pedidos de prisão dos acusados, bem como pelos mandados de buscas de apreensão domiciliar, deferidos pela Justiça. Com as ordens judiciais, as equipes lograram êxito em localizar e prender os quatro suspeitos.
 
Durante os trabalhos de buscas foram encontrados um revólver de calibre 38 com 9 munições, uma pistola de calibre 380 com 27 munições, e mais 10 munições calibre 38, apreendidos nas residências dos presos: L.F.O. e C.A.S.
 
O delegado titular da 1ª Delegacia de Polícia Barra do Garças, Adriano Marcos Alencar, explicou que em 2018, A Delegacia com elevada produtividade, alcançou 100% nas resoluções dos crimes contra a vida, na forma tentada e/ou consumada, praticados na circunscrição.
 
Conforme Adriano Marcos Alencar, a 1ª Delegacia de Polícia conta uma equipe de investigadores e escrivães, comprometidos com a missão institucional de assegurar a ordem pública, mediante investigação policial de qualidade, na busca da apuração e repressão de ilícitos penais.
 
“Com essas prisões, mais uma vez a Polícia Civil de Barra do Garças reforçou a qualidade dos serviços prestados. Os altos índices de resolução de crimes, com a identificação da autoria desse crime, no ano de 2018, obteve máxima produtividade na resolução dos crimes dolosos contra a vida, homicídios tentados e consumados, alcançando 100% de resolução”, parabenizou Adriano Marcos Alencar.
Notícias Relacionadas »
Comentários »