09/07/2019 às 17h36min - Atualizada em 09/07/2019 às 17h36min

Polícia procura ex-marido suspeito de matar mulher com tiro no rosto na frente do filho

Eles foram casados por 15 anos e se separaram recentemente. Mulher foi atingida por um tiro de espingarda e morreu no Hospital Regional de Sorriso

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


Um homem é procurado suspeito de ter matado a ex-mulher dele com um tiro no rosto no Distrito de Caravaggio, município de Sorriso, a 420 km de Cuiabá. O crime ocorreu na segunda-feira (8) e uma equipe de policiais militares e civis faz buscas nesta terça-feira (9) pelo suspeito que está foragido.

Marcos Rogério Lima é apontado pela polícia como autor do crime. Débora de Oliveira Silva, de 37 anos, foi assassinada na frente de um dos filhos dela. O delegado responsável pela investigação, Nilson Farias, disse que Marcos não aceitava o fim do relacionamento com Débora.

De acordo com a Polícia Civil, Débora foi atingida no rosto por um tiro de espingarda e socorrida por uma ambulância. Ela teve o rosto desfigurado por conta do disparo.

Ela foi levada ao Hospital Regional de Sorriso, mas não resistiu e morreu. Débora era mãe de cinco filhos, sendo três filhos de Marcos Rogério. Eles foram casados por 15 anos e se separaram recentemente.

Segundo o delegado, Marcos não aceitava a separação. Havia, inclusive, uma investigação contra ele no setor de crimes contra mulheres na delegacia.

“Ele chegou de forma sorrateira, pelos fundos da casa, e se deparou com o filho da vítima e a mulher. O filho fez um movimento para tentar defender a mãe. Não deu tempo e ele [o ex-marido] deu um tiro no rosto dela, na frente do filho”, explicou o delegado.

O adolescente que presenciou o crime é filho de um relacionamento anterior de Débora e não é filho do suspeito.

“A vítima foi morta na frente do filho. Foi um crime bárbaro e cruel com um tiro no rosto. O ex está foragido e já pedimos a prisão dele na Justiça”, disse o delegado.

O filho, ao ver que a mãe foi baleada, ainda correu e pediu ajuda para vizinhos. O tenente-coronel da Polícia Militar, Jorge Almeida, disse que a polícia recebeu informações de que Marcos foi visto na região onde o crime foi cometido. Policiais estão no local e procuram pelo suspeito.

Até o final da manhã desta terça-feira ele continuava foragido. O caso é investigado pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil de Sorriso.
Notícias Relacionadas »
Comentários »