05/07/2019 às 14h25min - Atualizada em 05/07/2019 às 14h25min

Cacique xavante é preso em Barra do Garças acusado de estuprar menina de 9 anos; VEJA VÍDEO

Assessoria / 5º CRPMMT
ARAGUAIA NOTÍCIA
PM-MT


Por volta de 1 hora da madrugada de sexta-feira (5/7), a Polícia Militar, foi acionada pelo médico plantonista da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Barra do Garças (509 km à leste de Cuiabá), informando que havia uma criança indígena, de nove anos, com sinais característicos de estupro.

A criança que chegou a UPA acompanhada pela mãe e por uma enfermeira da CASAI (Casa do Índio), reclamava de dores na genitália e sua calcinha apresentava manchas de sangue.

Conforme boletim de ocorrência, a enfermeira informou que a criança foi levada da CASAI ainda pela manhã pelo possível estuprador J.M.E.W. de 35 anos, da etnia Xavante, para um lugar que ainda não foi esclarecido, retornando somente as 22h00.

Consta ainda no boletim de ocorrência que a mãe da criança acusa J.M.E.W., que é cacique da tribo São Marcos localizada no município de General Carneiro, utilizou de sua posição para ganhar confiança da família, mantendo a criança o dia inteiro com ele e durante este período cometeu o estupro por três vezes.

A equipe policial coordenada pelo oficial de dia, acionou o Conselho Tutelar e rapidamente localizou o suspeito que se encontrava dormindo no CASAI, ele foi detido e encaminhado para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil onde foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. 

Já foi constatado por exame pericial, através do IML, que criança foi estuprada, durante o exame também foi coletado material genético, que ajudará confirmar o autor do estupro, exame ainda não tem resultado.
Notícias Relacionadas »
Comentários »