21/07/2011 às 11h04min - Atualizada em 21/07/2011 às 11h04min

Barbosa confirma sua saída e diz que o termo coronel não pega bem na cidade

Olhar Direto

O coronel Valdemir Barbosa confirmou que estará deixando o comando regional da Polícia Militar em Barra do Garças, a 509 km de Cuiabá, no mês de setembro. Barbosa explica que a decisão foi tomada por ele e que não houve nenhuma interferência ou pressão política. “Eu decidi deixar o comando de Barra por minha vontade” fato que segundo ele cala a boca de muita gente na cidade que vinha comentando que ele estaria usando o comando para ser candidato a vereador em 2012.

Barbosa informa que tomou essa decisão após conversar com o secretário de Segurança Pública, Diógenes Curado e com o comandante-geral da PM-MT, Osmar Farias, no início da semana quando expôs as suas alegações e a sua proposta de trocar o comando de Barra por Alta Floresta em comum acordo com o coronel Mauro Anselmo de Moraes. “Essa decisão foi tomada após consultar também o colega de Alta Floresta que já atuou na Barra” acrescentou.

Sobre política, Barbosa disse que desistiu de candidatura após chegar a uma 'dura' constatação de que o termo coronel não soa bem em Barra do Garças. “Em conversa pela cidade percebi que esse termo na política local não é muito aceito e como ninguém me conhece como Valdemir ou Barbosa, desisti desta pretensão”, ponderou.

Na conversa preliminar com Anselmo, segundo Barbosa, ficou definido que o tenente-coronel Paulo Costa permanecerá no comando do 2° BPM de Barra. O comandante barra-garcense definiu também algumas metas para encerrar o seu trabalho no Araguaia: implantar a patrulha ambiental e o pelotão de trânsito.

Recentemente Barbosa se envolveu numa polêmica com procurador da prefeitura Edmar Júnior ao anunciar que a prefeitura não quis ajudar na despesa da jornada-extra para os PMs trabalharem na contenção das carretas.

O procurador retrucou Barbosa cobrando dele o pelotão de trânsito prometido para substituir os agentes de trânsito (azulzinhos) e a concessão de PMs para ajudar no controle das carretas. Mesmo com clima quente de Barbosa com o procurador, o comandante desmente que tenha tido alguma divergência com o prefeito de Barra do Garças, Wanderlei Farias.

Uma das ações do coronel Barbosa destaque no Araguaia foi à implantação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) regional em Barra e Água Boa. GGI que foi decisivo para colocação da nova sinalização semafórica da cidade.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%