22/05/2019 às 15h28min - Atualizada em 22/05/2019 às 15h28min

Em ação conjunta PM e Civil prendem seis suspeitos de incendiarem viatura no Araguaia; VEJA VÍDEO

Assessoria / 5º CRPMMT
ARAGUAIA NOTÍCIA
PM-MT


Em uma ação conjunta, envolvendo as Polícias Militares e Polícias Judiciárias Civis de GO e MT, que aconteceu na manhã dessa quarta-feira 22.05, no município de Aragarças-GO  (515 km de Cuiabá), as forças de segurança pública conseguiram fazer a apreensão de pelo menos  quatro adolescentes e a prisão de mais dois adultos, envolvidos em vários crimes, entre eles,  o ataque a uma viatura da Polícia Civil, que foi incendiada no último dia 17.05 (sexta-feira), em Água Boa, a 730 km a leste da capital.

Os adolescentes J.A. L e J.S. A, ambos de 15 anos, foram flagrados por uma guarnição da PM-GO em um veículo Corolla, placa NVW0878. Abordados, os menores confirmaram ser os autores do crime em Água Boa e apontaram a participação de outros envolvidos no mesmo crime e em outros, ocorridos nas últimas semanas na região.

Em posse dessas informações, os policiais militares solicitaram apoio tanto da PM, quanto da PJC de Barra do Garças-MT, além dos agentes da própria PJC de Aragarças.

Ao chegaram ao local indicado pelos menores, os policiais perceberam que pelo menos seis suspeitos empreenderam fuga pelos fundos da residência, foi quando realizado o cerco os policiais conseguiram capturar quatro deles, E.P.P. J, 24, F.A.S. S, 21, D.J.E. S, 15 e R.L. S, 14.

Na residência, os policiais aprenderam porções análogas à maconha, duas bala clavas, dois pares de luvas, uma marreta, fitas abraçadeira “enforca-gato”, além de vários invólucros de plásticos, usados para o armazenamento de drogas e o veículo Corolla, o qual está envolvido em um crime de roubo seguido de estupro, ocorrido também em Água Boa.

Os adolescentes J.A. L e J.S. A, envolvidos no incêndio da viatura foram entregues aos agentes da Polícia Civil de Mato Grosso, onde foram encaminhados para a delegacia de polícia em Barra do Garças. Os suspeitos E.P.P. J e F.A.S. S foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados para a Cadeia Pública de Aragarças.

Já os outros dois menores R.L. S e D.J.R. S foram entregues ao Conselho Tutelar.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%