21/05/2019 às 18h10min - Atualizada em 21/05/2019 às 18h10min

Operação conjunta prende elementos que queimaram viatura e estupraram vítima em assalto no Araguaia

Ronaldo Couto
ARAGUAIA NOTÍCIA


Uma megaoperação envolvendo Polícia Civil e Polícia Militar de Mato Grosso e Goiás resultou na prisão de seis elementos – na tarde de terça-feira (21/5) - na cidade de Aragarças-GO, divisa com Barra do Garças-MT, suspeitos de participarem do ato criminoso que queimaram uma viatura da Polícia Civil na cidade de Água Boa e de um assalto seguido de estupro que ocorreu na mesma cidade de Água Boa.

A operação foi coordenada pela delegada Luciana Canaverde com apoio da polícia de Barra do Garças e também Aragarças e supervisionamento do comitê de combate ao crime organizado de Cuiabá porque há informações de que os elementos se dizem integrantes de uma facção criminosa.

O estupro aconteceu no dia 9/5 durante um assalto na casa de um comerciante de Água Boa que teve a família trancada no banheiro e uma filha de 21 anos estuprada pelos bandidos. Na fuga, os bandidos levaram uma caminhonete S-10 que foi abandonada em Aragarças no dia 11/5 e um Corola que não foi encontrado.

Na madrugada de sexta-feira (17/5) mais um ato de ousadia desta facção, dois menores que foram identificados atearam fogo numa viatura da Polícia Civil em frente à delegacia. Segundo informações, eles foram apreendidos nesta operação de terça-feira na cidade de Aragarças.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.4%
1.4%