16/05/2019 às 20h25min - Atualizada em 16/05/2019 às 20h25min

Vídeo de espancamento em Barra do Garças corre o mundo e polícia tenta identificar autores

A filmagem de mais de 5 minutos; a vítima é um rapaz usuário de 25 anos que teria se apropriado de uma moto. A polícia apura se agressores são parentes da vítima. A filmagem não será mostrada em respeito às famílias.

ARAGUAIA NOTÍCIA
O vídeo não será exibido porque contém cenas de violência


Um vídeo onde mostra três homens torturando um rapaz que pegou uma moto está circulando em Barra do Garças com cenas chocantes de torturas. A filmagem começa com um rapaz caído, A.M.A., de 25 anos, no chão levando várias pesadas e os agressores dizendo que a surra seria um corretivo para ele aprender a não pegar moto de mais ninguém.

As cenas não param por aí. Num determinado momento o rapaz é colocado sentado e recebe várias ‘lapadas’ com uma ripa nas costas e depois pauladas nos dedos das mãos que são colocadas em cima de um tijolo. Um dos agressores reclama que perdeu a moto e por causa disso os filhos estariam sem ir na escola. Ele chega que iria matar o rapaz e que mudou de ideia por causa de um conhecido.

Os agressores ainda mandaram a vítima tirar a roupa e usando uma ripa deram várias lapadas nas nádegas do rapaz. Um deles chega a brincar que iria quebrar a perna do jovem.

O vídeo começou a circular no período da tarde de quinta-feira (16/5) e segundo informações teria sido gravado de manhã na região do Nova Barra por um dos agressores. A polícia apura agora quais são os agressores. O delegado titular da Derf, Wilyney Borges Santana, disse ao SITE ARAGUAIA NOTÍCIA que a vítima se trata de um pedreiro que é usuário de entorpecentes que se apropriou indevidamente de moto de um parente e vendeu o veículo numa oficina em Água Boa. A moto foi recuperada posteriormente, todavia já desmontada.

Diante do prejuízo, os três homens decidiram aplicar o corretivo no rapaz e gravaram o vídeo. Eles brincam que o jovem tinha que ter ido para outra cidade e não retornado para Barra do Garças e por isso iria apanhar para aprender a não pegar coisa alheia.
 
“Nós estamos com duas equipes atuando neste caso. Uma equipe da Derf que apura a circunstância sobre apropriação da moto. E outra equipe da 1ª sob comando do delegado Adriano Alencar que apura o crime de tortura e lesão corporal grave contra o pedreiro”, explico o delegado da Derf.

Vale dizer que o rapaz que aparece apanhando no vídeo está hospitalizado em Barra do Garças com vários hematomas, mas não corre risco de morte. Ele já foi ouvido pela polícia.

A polícia apura como aconteceu a gravação do vídeo e sua divulgação na internet. O vídeo de 5 minutos e 29 segundos viralizou na cidade e deve estar circulando no mundo inteiro. As cenas são fortíssimas e podem causar mal-estar para quem assiste.

A polícia pede que o vídeo não seja compartilhado. “Independente do que o rapaz fez ninguém pode fazer justiça com as próprias mãos e por isso a polícia está atuando no sentido de identificar e responsabilizar os autores dessa tortura”, completou Wilyney.

Pedimos desculpas aos internautas porém o vídeo é impróprio para ser mostrado num site de notícias. E seguindo orientação da polícia pedimos que a filmagem não seja compartilhada porque só incentiva ódio e justiça com as próprias mãos. 









Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%