15/05/2019 às 21h05min - Atualizada em 15/05/2019 às 21h05min

Mesmo em período de crise, Prefeitura adquire ambulâncias para reforçar a frota da saúde em Barra do Garças

ARAGUAIA NOTÍCIA
Secom-BG
Secom-BG


Mesmo diante da grave crise econômica que o país atravessa, com reflexos nas prefeituras, o prefeito Roberto Farias mantém o compromisso de garantir uma saúde de qualidade à população de Barra do Garças. Duas ambulâncias zero km foram adquiridas para reforçar a frota da Secretaria de Saúde e manter veículos em condições para o transporte de pacientes.

Em convênio com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Estruturação da Rede de Atenção Especializada, a Prefeitura investiu R$ 159 mil na compra de dois veículos Peugeot furgão equipados para a remoção simples e eletivas de pacientes que necessitam de atendimento médico-hospitalar.

Uma das ambulâncias foi entregue ao município nesta quarta-feira (15) e a outra na próxima semana. Os dois veículos ficará à disposição da Secretaria de Saúde para atender à necessidade das pessoas que precisam de remoção.

Segundo a secretária de Saúde, Clênia Monteiro, a aquisição das ambulância reforça os investimentos que o prefeito Roberto Farias vem fazendo na saúde. Ele lembra que, mesmo com as dificuldades para as despesas do setor, o prefeito vem trabalhando para amenizar a falta de recursos e manter a estrutura em funcionamento.

“O prefeito tem feito de tudo para que a população tenha acesso a uma saúde de qualidade e prova disso são investimentos que tem sido feitos, como os novos leitos de UTIs, a reforma e construção de unidades básicas de saúde, reforma rotineira do hospital, a manutenção da UPA, contratação de novos profissionais, instalação de uma sala de estabilização para crianças à espera de vagas em UTIs, além de custear todas as despesas do hospital municipal que atende mais de 30 municípios de Mato Grosso e Goiás”, destacou a secretária.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%