03/08/2013 às 11h13min - Atualizada em 03/08/2013 às 11h13min

Ex-prefeito diz que voltará a política e avalia que Beto é vítima de "maldades" do primo

Olhar Direto
Olhar Direto

O ex-prefeito de Barra do Garças, Zózimo Chaparral (PC do B) afirma que irá voltar à política possivelmente disputando uma vaga de deputado estadual em 2014. Bastante espontâneo em suas declarações, Chapa como é conhecido pela população, avaliou o início da administração de Roberto Farias e deu algumas alfinetadas no ex-prefeito Wanderlei Farias.

O comunista está de férias em Barra do Garças e conta que voltará em definitivo ao município a partir de dezembro, quando terminará o curso de mestrado na Itália onde mora há cinco anos. “Eu estive prefeito, mas de fato eu sou professor e estou fazendo uma graduação para reforçar os meus conhecimentos”, frisou. Ele admitiu a vontade de voltar e ser candidato, mas terá pela frente um obstáculo, o pedido de inegibilidade proposto pelo Tribunal de Contas (TCE) que rejeitou as contas dele por duas ocasiões.

“Existe um processo em tramitação onde eu ainda não me defendi, portanto não existe condenação que me impeça de ser candidato. Naquela época, eu fui prejudicado porque o julgamento do TCE foi mais político do que técnico”, relembra.

Baseado nisso, Chapa espera ser candidato a deputado estadual. Sobre o primeiro semestre da administração do Beto, o comunista disse que acompanha pela internet. “Eu acompanho pela net e percebo que o Beto está sendo vítima de armadilhas deixadas pelo primo dele, ex-prefeito Wanderlei Farias, que fez a mesma coisa comigo em 2005”. Ressaltou ao citar o inchaço da folha pelo ex-prefeito, que segundo Beto teria colocado 550 servidores e concedido aumento de 16% somente para servidores que ganham dois salários acima e as dividas de 12 milhões deixadas.

“Existe uma rádio da cidade que me atacou quatro anos quando eu prefeito e hoje ataca o Beto, curiosamente essa rádio quando o Wanderlei foi prefeito dizia que tudo era flores. A população percebe esse tipo de política maldosa e rasteira que prejudica não a nós e sim a cidade”, completa.

Chapa esteve com Beto sexta-feira (26) onde conversaram sobre a cidade e ele aproveitou para dar algumas sugestões ao prefeito de continuar investindo no social e no processo de atrair novas empresas para fazer a cidade voltar a crescer de fato. “Eu admiro o Beto pela sua coragem de nãoa aceitar calado as armadilhas que o ex deixou e falar ao povo o que está sofrendo de perseguição”, frisou.

Sobre uma possível candidatura a deputado estadual, Chapa disse que tem consciência que não terá o apoio de Beto mesmo porque ele é de outro partido e já tem compromisso com o suplente de deputado estadual Leandro Soares. “O Beto já me falou sobre esse compromisso, mas dentro do governo municipal eu acredito que terei o apoio de alguns amigos”, finalizou ao citar o nome do vice-prefeito Mauro Piauí, a secretária de Educação Fátima Resende, o vereador Odorico Kiko e ex-coordenador de campanha de Beto Farias, Paulo Henrique. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »