29/04/2019 às 22h28min - Atualizada em 29/04/2019 às 22h28min

Polícia Civil apura intimidações a interventor de cartório

ARAGUAIA NOTÍCIA
Assessoria PJC MT


A Polícia Civil, em cumprimento de dois mandados de prisão preventiva e  dois de busca e apreensão, na cidade de Primavera do Leste, prendeu um policial militar (G.B.V.C.R.M.F), suspeito de intimidação contra o interventor do Cartório de 1º Ofício de  Registro de Imóveis, Títulos e Documentos, que foi  nomeado pela Justiça, após descoberta de irregularidades cometidas pela proprietária (E.F.B) e seu neto (P.P.F.F), ambos também alvos do cumprimento de dois mandados de busca e apreensão.

Ação, que integra investigações em curso, foi realizada na manhã desta segunda-feira (29), pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) de Primavera do Leste, com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e a Gerência de Operações Especiais (GOE), unidades da Diretoria de Atividades Especiais, com sedes em Cuiabá.

Um segundo policial militar também teve o mandado de prisão decretado e encontra-se foragido até o momento. Durante as buscas, com o policial militar preso (G.B.V.C.R.M.F), foi apreendida uma munição de fuzil 556 e apreendidos todos os celulares dos alvos, além de um veículo Land Rover, de propriedade do neto da cartorária.

A suposta intimidação ocorreu no dia 1º de março deste ano, após o interventor ter dois pneus de seu automóvel rasgados com faca. O interventor foi nomeado para o cargo, em fevereiro deste ano, pelo juiz da comarca, que após correição no cartório detectou irregularidades e afastou a proprietária e seu neto dos trabalhos cartorários do estabelecimento.  

Os dois policiais teriam, supostamente, sido contratados com os fins de promover a intimidação ao interventor e tirá-lo do cargo.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.4%
17.7%
75.2%