03/04/2019 às 18h08min - Atualizada em 03/04/2019 às 18h08min

TJ suspende mais um processo de cassação contra prefeito de Aragarças; VEJA VÍDEO

Essa é quarta vitória de José Elias contra a oposição. O advogado Rafael Rabaioli esteve em Goiânia fazendo a defesa oral do gestor

ARAGUAIA NOTÍCIA


Foi suspenso o quarto processo de cassação que havia contra o prefeito de Aragarças-GO, José Elias Fernandes, após decisão por unanimidade do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás na sessão de terça-feira (2/4) quando houve a sustentação oral da defesa do gestor aragarcense.

O agravo do prefeito pedindo a suspensão da comissão processante da Câmara Municipal foi aprovado. A comissão pretendia cassar o prefeito alegando que houve irregularidade no contrato firmado entre o município que alugou a antiga sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para funcionar um programa social. Na época da denúncia, a oposição disse que o contrato teria sido fraudulento.

O advogado do prefeito, Rafael Rabaioli, esteve na sessão do TJ-GO e reiterou mais uma vez que não houve fraude no contrato pois foi firmado entre CDL e o Fundo Municipal de Assistência Social que tem administração e recurso próprio portanto sem participação do prefeito José Elias.

“O prefeito nem participou deste contrato. E também não houve nenhuma irregularidade porque o prédio foi alugado pelo fundo da Assistência Social e está atendendo programa de convivência para idosos”, destacou o advogado. O agravo movido pela defesa do prefeito foi provido por unanimidade com os votos do relator e demais membros da corte.

Rafael ressaltou que essa decisão coloca por 'terra' a última tentativa da oposição de tentar desestabilizar o governo municipal. “Eu acredito que esse assunto está superado e a partir de agora as forças políticas precisam trabalhar pela cidade de Aragarças”, completou.

Acompanhe entrevista do advogado Rafael Rabaioli falando sobre mais esse resultado favorável ao prefeito de Aragarças.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%