03/04/2019 às 06h47min - Atualizada em 03/04/2019 às 06h47min

VEJA VÍDEOS: carro que capotou no centro de Barra do Garças quase atingiu pessoas na calçada

Dois pedestres que estavam passando pela calçada se assustaram com a pancada e por pouco não foram atingidos

ARAGUAIA NOTÍCIA


Foi muita sorte e livramento de Deus que um veículo desgovernado não atingiu pessoas que estavam na calçada da rua Mato Grosso em Barra do Garças, na manhã de terça-feira (2/4). Um veículo Pálio branco bateu num veículo estacionado e capotou ficando atravessado no meio da pista. Trata-se de um rua de comércio bastante movimentada na cidade cuja cena parou a população para ver.

Nos vídeos aparecem três pessoas na calçada. Um homem que parou perto de uma loja e uma mulher que passava com o filho num carrinho de bebê e que passou pelo homem e logo sequencia acontece a colisão lateral do Pálio que chega a empurrar o veículo que estava estacionado para frente. Uma cena impressionante que mostra a alta velocidade que o condutor do Pálio vinha.

No relato a Polícia Militar, o motorista do Pálio - C.S.M. de 32 anos - alegou que capotou o veículo porque teve que desviar de uma pessoa que atravessou em sua frente repentinamente.

Na rede social muita gente começou a pedir quebra-molas no cruzamento da rua Mato Grosso e Carajás para diminuir a velocidade dos veículos. Isso porque na semana passada, neste mesmo cruzamento, dois carros colidiram e invadiram uma loja Feminina de cosméticos quebrando uma porta de blindex, prateleiras e danificando mercadorias. Duas pessoas ficaram levemente feridas.

Neste cruzamento tem um declive no asfalto onde os motoristas apressados e irresponsáveis acabam ‘rampando’ causando cenas pitorescas como essa de terça-feira. Detalhe antes do cruzamento tem uma faixa de pedestre onde os motoristas já tinham que reduzir a velocidade por precaução.  

Vale destacar que no código de transito, a lei orienta que as vias normais e coletoras das cidades tenham velocidade permitida de 40 km/h e nas vias de pistas duplas sinalizadas de 60 km/h. Pois é se as leis fossem cumpridas pelos motoristas certamente teríamos menos acidentes.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.3%