29/03/2019 às 01h11min - Atualizada em 29/03/2019 às 01h11min

Radialista protesta sobre abandono da MT 100 cujo asfato deveria estar pronto; ASSISTA VÍDEO

Existe um trecho de 13 km sem asfalto entre Pontal do Araguaia e Torixoréu; e ainda tem um trecho para ser feito em direção a Alto Araguaia

VINICIUS LEMOS / RDNEWS
ARAGUAIA NOTÍCIA
As condições da rodovia MT-100, uma das maiores do Estado, tornaram-se alvos de críticas nos últimos dias, em razão de um vídeo no qual um ex-vereador Ribeirãozinho (a 627 km de Cuiabá), o radialista Arlan Catulé (MDB), relata a situação precária de um trecho da via, pavimentado anos atrás. Apesar dos problemas, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) não possui prazos para fazer melhorias na região. A denúncia dele chegou ao RDNEWS  através do whatsapp (65) 9 9988-4251. 

A MT-100 é alvo de constantes reclamações de moradores e caminhoneiros que trafegam pela via, considerada uma das mais importantes para o transporte de grãos no Estado.

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, o comunicador Arlan Catulé denuncia a situação de um trecho da rodovia localizado nas proximidades de Ribeirãozinho (a 627 km de Cuiabá).

Nas imagens, Catulé mostra os inúmeros buracos e ressalta a precariedade do asfaltamento na região, feito anos atrás. “Vão completar cinco anos [do fim da pavimentação] e vão tirar toda a responsabilidade da empreiteira. Aqui é obra da Equipav. É um absurdo. É dinheiro público jogado no ralo”, declara.

Em 2013, a empreiteira Equipav Engenharia venceu o certame para pavimentar 51,545 quilômetros da MT-100, no trecho de Ribeirãozinho a Torixoréu (a 569 km de Cuiabá). Em 2015, o Tribunal de Contas do Estado chegou a barrar o pagamento de R$ 6 milhões à empresa, em razão da qualidade ruim das obras.

Posteriormente, a obra foi concluída. No entanto, logo nos primeiros anos passou a ser alvo de críticas da população e de motoristas que passavam pela via, que alertavam para as condições precárias.

Respostas do Poder Público

No vídeo divulgado nas redes sociais, Catulé cobra auxílio do Poder Público para solucionar ou amenizar a situação do trecho da MT-100. “Sabemos que o Estado tem complicações, mas é preciso fazer alguma coisa. O Estado vai arcar com todas essas obras novamente? Não é possível. Cadê as empresas que fizeram esse asfaltamento?”, afirma.

“Para passar aqui, é um absurdo. Está difícil. Quando acontecer um acidente, é responsabilidade do governo. Governo faça alguma coisa”, declara.
Notícias Relacionadas »
Comentários »