19/03/2019 às 14h43min - Atualizada em 19/03/2019 às 14h43min

Acusado de assassinar corretor de terras está sendo julgado em Barra do Garças

ARAGUAIA NOTÍCIA
Está sendo julgado nesta terça-feira (19/3) o jovem Lucas Rafael Fernandes. Ele é acusado de ter participado do atentado que ceifou a vida do corretor de terras de Aragarças, Dino Batista da Silva, conhecido como Nego Dino; que ainda teve uma mulher baleada Maria de Jesus Rodrigues Pereira Santos com um tiro nas costas. Vale destacar que o rapaz nega que tenha praticado o crime. Todavia a denúncia foi oferecida contra ele por parte do Ministério Público.
 
O crime aconteceu no dia 30 de agosto de 2016 quando Dino estava com irmão e a cunhada voltando de General Carneiro numa caminhonete puxando uma carretinha quando foram abordados por dois homens numa moto na Br 070 perto da ponte do Curtume da Friboi.

O motoqueiro disse que havia um problema na carretinha e Dino reduziu a velocidade, e nesse instante os bandidos efetuaram vários disparos sendo que três acertaram Dino na cabeça que morreu na hora e o corpo dele ficou deitado no banco da caminhonete. A cunhada recebeu um tiro nas costas mas conseguiu pular da caminhonete junto com esposo. Ela foi encaminhada ao Pronto Socorro. 

A ocorrência foi atendida pela PM inicialmente e depois registrada pela PRF. O crime foi investigado pela 2ª DP de Barra do Garças que funciona no bairro São José cujo delegado titular é Antônio Moura.

Dino era muito conhecido em Aragarças inclusive no passado promoveu várias festas de peão naquela cidade com a companhia RD de rodeios. Na época se comentou que o crime teria característica de pistolagem e que Dino foi assassinado porque estaria ‘protegendo’ possíveis invasores de terra; todavia essa versão não é confirmada pela família.

Os irmãos de Dino estão acompanhando o júri no Fórum de Barra do Garças que está sendo presidido pelo juiz Douglas Bernardes Romão.

O magistrado informou que a comarca de Barra do Garças não está mais realizando júris por temporada e sim quando o processo já está concluído imediatamente é realizado o júri na sequencia. O próximo julgamento está previsto para acontecer no dia 7 de maio.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%