07/03/2019 às 06h34min - Atualizada em 07/03/2019 às 06h34min

Projetos sociais levam ações de prevenção ao álcool, drogas e suicídio a estudantes do Vale do Araguaia

Assessoria / PJC MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


Cerca de 695 alunos do ensino fundamental, médio e educação de jovens e adultos participaram de ações dos projetos sociais da Polícia Judiciária Civil, De Cara Limpa Contra as Drogas, De Bem Com a Vida e Rede Digital Pela Paz, realizadas no, município de Cocalinho. As atividades foram realizadas entre os dias 19 a 28 de fevereiro para alunos dos três períodos do Colégio Estadual Getúlio Vargas e para um grupo de jovens da Igreja Batista.

Os trabalhos, desenvolvidos pela investigadora de polícia Ana Paula Rocha, responsável pelos projetos na região, tiveram como foco, a prevenção do consumo de álcool e outras drogas relacionados a temática da violência. Outro assunto abordado durante as atividades foi o suicídio. Os temas visam a promoção da saúde às crianças e adolescentes, assim como a redução dos fatores de riscos e o fortalecimento de meios de proteção, buscando minimizar vulnerabilidades.



Nas palestras, foi demonstrado aos alunos que o suicídio é um problema de saúde pública que normalmente está associado a fatores como depressão, uso de drogas e ainda às questões interpessoais, violência sexual, abusos, violência doméstica e bullying.

“Esses fatores interferem na saúde mental da pessoa e podem levar a depressão profunda. Dentre as mais comuns estão o afastamento ou isolamento social, dificuldades de relacionamento na família, desejo de não ir à escola ou trabalhar, aumento no consumo de álcool, drogas, e o autoflagelo que é ato de lesionar seu próprio corpo”, argumentou Investigadora.

Segundo Ana Paula, as ações continuarão ao logo do período letivo. “É muito importante que os jovens façam escolhas saudáveis em suas vidas, evitando o consumo abusivo do álcool que pode desencadear malefícios pra saúde de cada indivíduo ou submetê-lo a situações de risco como acidentes, atropelamentos, suicídios e demais crimes”, destacou a investigadora. 


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.0%
3.7%
11.6%
83.7%