13/07/2011 às 15h40min - Atualizada em 13/07/2011 às 15h40min

Índios ameaçam invadir fazendas no Norte Araguaia

Olhar Direto
Reprodução

O clima é de apreensão em Alto da Boa Vista, a 1064 km de Cuiabá, após a declaração de lideranças xavantes que não aceitam suspensão de liminar federal que dava o direito do povo xavante de ocupar a gleba Suiá-Missú e ameaçam invadir fazendas como represálias aos posseiros da região.

A afirmação é do cacique Damião Paradzané, sexta-feira passada, deixou a população apreensiva porque efetivo da Polícia Militar em Alto Araguaia não daria para controlar um confronto de posseiros e índios.

Cerca de quatro mil pessoas moram na gleba Suiá Missú, que fica no distrito conhecido como Estrela do Araguaia, em Alto Boa Vista. O distrito já tem escola, posto de saúde e até posto de gasolina. Os posseiros alegam que ocupam uma área que não faz da área pleiteada pelos índios.

Os xavantes disseram que estão bravos com o Tribunal Regional Federal (TRF) que decidiu suspender o cumprimento da liminar federal favorável a eles, concedida em outubro de 2010, que previa a retirada dos posseiros. Segundo Damião, a Suiá-Missú é uma área sagrada para os xavantes porque foi habitada pelos ancestrais deles. Em retaliação os índios ameaçam invadir fazendas expulsar os colonos até que haja uma solução para o impasse.

O cacique Damião informou que o povo xavante não aceita a proposta do governador Silval Barbosa de aceitar outra área próxima ao município ode Bom Jesus do Araguaia. A briga pela Suiá-Missú já dura 40 anos. A gleba fica ano município de Alto da Boa Vista e já foi considerada a maior fazenda do mundo e pertencia no passado a um conglomerado de empresas ligadas ao Vaticano.

Durante esse período, posseiros entraram na gleba e construíram um dos maiores assentamentos de MT com quatro mil famílias e uma espécie de cidade com posto de gasolina, escola e posto de saúde. Recentemente uma comissão de posseiros esteve em Barra do Garças pedindo intervenção da Polícia Militar (PM) para evitar conflitos.

Eles se queixaram dos índios invadiram uma fazenda no mês de maio expulsaram os colonos e se apropriaram de criações como gado, porcos e frangos.

O coronel Valdemir Barbosa disse que a PM não dispõe de efetivo suficiente para atender esse impasse no Norte Araguaia. O comandante colocou-se a disposição das lideranças xavantes para mostrar a área sugerida por Barbosa em Bom Jesus.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%