29/01/2019 às 14h12min - Atualizada em 29/01/2019 às 14h12min

Após tragédia em MG, Furnas informa que barragem do Manso em MT não apresenta risco de rompimento

Monitoramento é acompanhado pela Aneel, segundo a Eletrobras Furnas. Reservatório da usina abrange uma área de 427 km quadrados nos municípios de Chapada dos Guimarães e Nova Brasilândia.

G1 MT
Araguaia Notícia
A Eletrobras Furnas emitiu uma nota, após a tragédia em Brumadinho (MG), informando que a Usina de Manso, uma das maiores barragens de Mato Grosso, opera com segurança e é constantemente monitorada, inclusive com acompanhamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), com inspeções periódicas.

"A Usina de Manso está em plenas condições de operar com segurança, não existindo qualquer anormalidade que comprometa sua integridade e/ou funcionalidade", informa.

Usina de Manso opera há 18 anos
Barragem possui comprimento total de 3.680 metros
Reservatório ocupa uma área de 427 km quadrados

O protocolo de segurança da usina conta com instrumentação instalada, composta por 77 equipamentos de verificação do desempenho das estruturas.

A Usina de Manso está localizada próximo ao Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, no Rio Manso, principal afluente do Rio Cuiabá.

Com quatro unidades geradoras e potência instalada de 210 megawatts, a usina foi projetada para uso múltiplo do reservatório e da água. A barragem possui comprimento total de 3.680 metros.

A estrutura completou 18 anos em dezembro de 2018 e foi construída em parceria com a iniciativa privada.

Conforme Furnas, entre os benefícios do aproveitamento múltiplo de Manso, destaca-se o de regularizar os ciclos de cheias e secas do rio Cuiabá, que contribui para reduzir os danos socioeconômicos.

O reservatório abrange uma área de 427 km quadrados nos municípios de Chapada dos Guimarães e Nova Brasilândia.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%