15/01/2019 às 19h45min - Atualizada em 15/01/2019 às 19h45min

Dsei-Xavante é reaberto em Barra do Garças após pedido ao MPF e PF

O coordenador Valmir Faria resiste a pressão e consegue reabrir unidade que atende 21 mil índios xavantes no leste de MT

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia
O escritório regional do Distrito de Saúde Indígena (Dsei) de Barra do Garças que atende a etnia xavante foi reaberto por volta das 17 horas de terça-feira (15/1). O coordenador do Dsei-Xavante, Valmir Faria, disse que procurou o Ministério Público Federal (MPF) no dia de ontem para relatar o fechamento da unidade por índios que estariam pedindo mudança na direção da coordenação.

E de imediato uma notificação recomendatória foi emitida pelo MPF para reabrir a unidade cuja decisão foi cumprida por uma equipe da Polícia Federal (PF) de Barra do Garças.

Seis manifestantes, entre indígenas e brancos, foram notificados sobre a decisão de reabrir o prédio para atendimento ao público e de que não podem fechar novamente a unidade. Com a desobstrução, Valmir afirmou que voltará ao trabalho na quarta-feira e espera que as lideranças entendam a decisão.

Sobre o pedido para sua exoneração, Valmir diz que não fez nada de errado na gestão do Dsei e por isso não concorda com a imposição de algumas lideranças indígenas. “Existe um grupo interessado de assumir o Dsei que influenciando os índios para brigarem comigo”, completou sem citar nomes.

Os índios que fecharam o Dsei de Barra do Garças explicaram que tomaram essa decisão porque o coordenador estaria desrespeitando o Condise formado por lideranças indígenas. O distrito sanitário de Barra do Garças atende 21 mil índios xavantes da região do Vale do Araguaia. Segundo Valmir, a unidade volta a funcionar normalmente na quarta-feira, dia 16/01.

A Secretaria Nacional do Índio ainda não se manifestou pelo impasse que surgiu na unidade de Barra do Garças.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%