03/07/2013 às 18h50min - Atualizada em 03/07/2013 às 18h50min

Cabeleireiro é assassinado por R$ 30,00 após programa sexual

Olhar Direto
Olhar Direto

O cabeleireiro Edmar Alves de Oliveira, conhecido Edinho, 42 anos, faleceu segunda-feira (1) em Barra do Garças onde estava hospitalizado desde sábado. Ele foi esfaqueado por Thales Lopes Bernardes após uma divergência, segundo informou a própria vítima a polícia antes da morte, por causa do valor de um programa sexual.

Edinho pediu R$ 50,00 por um programa com Thales e após o ato, o assassino queria só pagar R$ 20,00, fato ocorrido por volta das 23h40 de sábado (29), na rua Tocantins em Bom Jardim de Goiás, a 32 km da divisa com Mato Grosso.

Os dois entraram em luta corporal. Thales pegou uma faca e golpeou Edinho na altura do abdômen. O cabeleireiro, mesmo ferido, conseguiu chamar a polícia que prendeu Thales e encaminhou a vítima para hospital de Bom Jardim. Devido a gravidade do ferimento, o cabeleireiro foi removido para hospital de Barra do Garças.

Thales alega que bebeu e usou entorpecente com Edinho antes e que não tinha discutido valor de programa e que pegou a faca para se defender de agressões.

Amigos do cabeleireiro em Bom Jardim estiveram em Barra do Garças onde enalteceram a pessoa do Edinho e lamentaram esse desfecho trágico para essa história. Esse é o segundo homicídio praticado por Thales. O primeiro ocorreu quando ele era menor de idade em Torixoréu-MT.

O corpo do cabeleireiro foi trasladado para Tocantins onde reside a família dele. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.8%
4.7%
19.8%
73.7%