28/12/2018 às 17h05min - Atualizada em 28/12/2018 às 17h05min

Jovem registra BO e alega ser vítima de calúnia por divulgação de mensagem que o acusa de abuso sexual em MT

Mensagem compartilhada no WhatsApp diz que jovem entra na casa de mulheres com pretexto de orar para abusar sexualmente delas.

G1 MT
Araguaia Notícia
Igor Gomes Martins Batista, de 22 anos, registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil, nessa quinta-feira (27), e denunciou ser vítima de calúnia, após divulgação de mensagens de aplicativo de celular que o acusam de entrar na casa de mulheres com o pretexto de orar para abusar sexualmente delas. O caso foi registrado em Cáceres, a 220 km de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Civil, não existe registro de denúncia contra Igor por abuso sexual.

Segundo relato do jovem à polícia, as mensagens, em forma de panfleto, tem uma foto e o nome de Igor com a tarja "denuncie" acima e abaixo da foto dele.

O texto anexo à foto diz: "Esse rapaz que se diz servo de Deus anda pela cidade, fazendo chantagem emocional, dizendo que vai entrar na casa para fazer oração, e abusando de forma cruel das mulheres, invocando o santo nome do senhor Jesus".

Ele disse que as mensagens compartilhadas no WhatsApp começaram a circular no dia 27 de dezembro e que soube da acusação de abuso por amigos que receberam as mensagens.

No entanto, Igor, que admite fazer parte de um grupo de faz orações nas casas, nega ter cometido abuso sexuais contra mulheres.

Igor disse ainda que não sabe em que as mensagens se basearam e não consegue quem está distribuído.

A polícia vai investigar o caso.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.9%
23.7%
1.3%