27/12/2018 às 08h17min - Atualizada em 27/12/2018 às 08h17min

Mais Médicos tem 63 vagas descobertas em MT, quase todas no Araguaia-Xingu

Na comunidade Xavante tem 8 vagas abertas para médicos

Diário de Cuiabá / Olhar Alerta
Araguaia Notícia
O Ministério da Saúde (MS) abriu nova chamada do edital do programa “Mais Médicos” para os profissionais com registro no Brasil. Em Mato Grosso, das 63 vagas remanescentes distribuídas em 31 municípios ou Distritos Sanitários Indígenas (Dseis). Somente os Dseis respondem por 50% dessas vagas, sendo elas do Araguaia (5), Cuiabá (10), Kaiapo Mato Grosso (4), Xavante (8) e Xingu (6). Ao todo, eram 132 vagas ocupadas por médicos cubanos pelo programa no Estado. 

Entre os municípios, estão Água Boa, Alto Araguaia, Apiacás, Bom Jesus do Araguaia, Brasnorte, Canarana, Juara, Luciara, Novo Santo Antônio, São José do Xingu e Nova Xavantina, todos com uma vaga cada. Já para Colniza são três, Marcelândia e Tangará, outras duas vagas. 

Segundo o Ministério da Saúde (MS), os médicos podem se inscrever pelo site do programa (saúde.gov.br). Ficam impossibilitados de escolher os municípios os profissionais que participaram do edital anterior e desistiram. Ao todo estão disponibilizadas 2.448 vagas em 1.177 municípios e 28 Dseis. Os postos abertos são referentes as localidades não ocupadas na primeira seleção. 

O balanço de convocação dos profissionais divulgado quinta-feira (20), pelo MS, aponta que 5.846 médicos se apresentaram nas cidades escolhidas ou iniciaram as atividades. O prazo final para os médicos se apresentarem aos municípios terminou na última terça-feira (18). 

Os profissionais que já estão homologados e desistirem dos postos terão as vagas colocadas de volta ao edital do Mais Médicos. A chamada seguiu aberta até sexta-feira (21) exclusivamente para aqueles que possuem registro no Brasil (CRM). Os médicos que decidirem não comparecer mais as atividades devem informar ao município alocado, que comunicará a desistência ao Ministério da Saúde. 

O edital de convocação foi uma medida emergencial adotada pelo governo brasileiro para garantir a assistência em locais que contavam com profissionais de cubanos, por meio de cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e o governo de Cuba. 

Ainda, conforme o MS, ao todo, 10.205 profissionais brasileiros e estrangeiros formados no exterior (sem registro no Brasil) completaram a inscrição de participação no Programa Mais Médicos. O prazo para o envio da documentação dos profissionais encerrou no último domingo (16). 

As documentações de todos ainda estão em análise conforme edital. Nos dias 27 e 28 de dezembro, os médicos brasileiros formados no exterior terão acesso ao sistema para escolherem as vagas em aberto. Posteriormente, nos dias 3 e 4 de janeiro de 2019, os médicos estrangeiros terão a mesma oportunidade.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%