24/06/2013 às 08h44min - Atualizada em 24/06/2013 às 08h44min

Homem mata esposa e esfaqueia filha de um ano para comprar drogas

O Documento
Reprodução

Acusado de matar a mulher e esfaquear a filha de 1 ano de idade, no Distrito de Conselvan, região rural do município de Aripuanã (1.002 km a noroeste de Cuiabá), Josiel da Silva Santos, 24, foi preso pela Polícia Civil em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça. O irmão dele, Josimar da Silva Santos, também foi preso. De acordo com a Polícia, o crime foi motivado por drogas e o valor de R$ 200, uma vez que os 2 acusados são usuários de entorpecentes e Josiel após ter dado o dinheiro para a esposa comprar alimento para os filhos, voltou atrás e tentou tomar os R$ 200 para comprar drogas.

De acordo com a Polícia Civil, o crime foi praticado na noite de quarta-feira (19) dentro da casa da vítima e a prisão dos acusados foi efetuada nesta quinta-feira (20). Conforme as informações policiais, horas depois de ter entregado o dinheiro à esposa, Josiel retornou acompanhado do irmão Josimar e tentou reaver o dinheiro para comprar drogas. Mas acontece que Derly Guedes de Assis, 28, se recusou a devolver o dinheiro e foi agredida e esfaqueada por ele na frente dos 3 filhos com idades de 1, 4, e 6 anos.

Informa a assessoria da Polícia Civil que Derly conseguiu escapar e fugiu da casa com a filha de um 1 de idade no colo correndo em direção de um posto da Polícia Militar. Mas foi alcançada pelo companheiro que estava armado com uma faca de cozinha e desferiu 6 golpes no braço e tórax da mulher. Um dos golpes atingiu o braço da criança. A vítima foi morreu no local enquanto a criança foi socorrida e está sob cuidados da tia. A menina é filha do acusado.

Após o crime, os acusados fugiram do local, mas se apresentaram na delegacia nesta quinta-feira quando confessaram o crime. Quem matou a vítima e atingiu a criança foi Josiel, mas de acordo com a Polícia Civil, o irmão dele, Josimar também teve envolvimento porque incentivou o irmão a tomar o dinheiro da esposa para comprar drogas. Por este motivo, foi autuado na coautoria do crime. Ambos foram autuados por homicídio consumado e tentativa de homicídio da criança. Eles foram levados para a Cadeia Pública de Aripuanã e permanecem à disposição da Justiça.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.4%
1.4%