17/12/2018 às 12h28min - Atualizada em 17/12/2018 às 12h28min

Sete detentos são suspeitos de terem assassinado presidiário

G1-MT
A Polícia Civil cumpriu mandatos de prisão contra 7 presidiários da Penitenciária Central do Estado (PCE) e do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) nesta semana. Eles são suspeitos de terem matado o presidiário Cristiano Araújo Nascimento, 31 anos, ocorrido no interior do CRC no dia 06 de dezembro.

Os mandados de prisão foram descobertos durante investigação para elucidar o homicídio de Cristiano.

Com apoio do Sistema Prisional (Sispen) foram identificados os detentos que estavam na mesma ala da vítima, razão a qual eles passaram a ter seus históricos criminais checados.

No decorrer das checagens dos mais de 100 presos, foram detectados os mandados de prisão já decretados pela Justiça e que ainda estavam em abertos. Os alvos dos mandados encontram-se recolhidos no Presídio do Carumbé, exceto um que está detido na PCE.

O reeducando Robert Marques de Moraes, estava com dois mandados pelos crimes de roubo e furto decretados pela Comarca de Várzea Grande; Robson Pinheiro Andrade estava com mandado de prisão por homicídio, expedido pela 1ª Vara Criminal de Cuiabá; Wellington Rodrigues Batista com mandado por homicídio decretado pela Comarca de Chapada dos Guimarães; Cleber Santos Souza (esse preso no PCE) também com mandado por homicídio deferido pela 12ª Vara Criminal de Cuiabá; Clayton da Cruz com mandado de crime de roubo, expedido pela 2ª Vara Criminal da Capital; e Wellington Campos do Nascimento, tinha mandado de prisão por roubo, também expedido pela 2ª Vara Criminal de Cuiabá.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%