11/12/2018 às 18h07min - Atualizada em 11/12/2018 às 18h07min

Confira os ganhadores da 5ª mostra cultural da Rede de Frente em Barra do Garças

O evento contou com apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, Ministério Público e Poder Judiciário.

Araguaia Notícia
A grande final da V Mostra Cultural/Primeira Mostra Estudantil de Música “Meu Corpo, Minha Voz, Meu Direito”, idealizada e organizada pela Rede de Enfrentamento de Violência Contra a Mulher, da qual a Polícia Judiciária Civil faz parte, aconteceu na noite de quinta-feira (06.12), em Barra do Garças (502 km a Leste). O evento contou com apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, Ministério Público e Poder Judiciário.

A festa reuniu aproximadamente mil pessoas e foi a quinta Mostra Cultural realizada pela Rede de Frente, Desde sua criação a Rede já realizou, junto aos seus parceiros, três mostras de vídeo, uma mostra de teatro e este ano, uma mostra de música.

A ação cultural faz parte do quinto eixo de atuação da Rede de Frente, o da prevenção e sensibilização social e conta com a participação de alunos de escolas públicas e particulares de Barra do Garças e Pontal do Araguaia. O trabalho iniciou com as audições nas escolas, em que era escolhido o representante da unidade (solo ou dupla), para interpretação de uma música que abordasse o tema “Violência Contra a Mulher”.

No total, foram 16 apresentações, avaliadas por um juri técnico e artístico com premiação em dinheiro para os três primeiros colocados e para suas escolas. Representando a Escola Estadual Marechal Eurico Gaspar Dutra, o primeiro lugar foi para dupla, Raquel Liones da Costa e Caroline Ribeiro. As alunas, orientadas pela professora, Nelma Cristian Dutra Lima, contaram a música “Todos Iguais”.

O 2º lugar foi para a aluna, Angélica Abgail Guerra, da Escola Estadual Antônio Cristino Cortes, que sob a orientação da professora, Flávia Cristina Abadia, cantou a música “Minha voz, Meu poder”. Monique Pereira Bezerra, da Escola Interativa Coopema, garantiu o terceiro lugar com a música “Coração Ferido”, sob orientção do professor João Xavier da Costa Neto.

As vencedoras receberam os valores R$ 1 mil, R$ 700 R$ 500 (1º, 2º, 3º lugar respectivamente). As escolas das alunas receberam R$ 3 mil, R$ 2 mil, R$ 1 mil para benfeitorias na unidade. As reformas nas escolas contarão com apoio da Cadeia Pública de Barra do Garças, que cederá a mão de obra, por meio dos reeducando.

A presidente da Rede de Frente, investigadora Andrea Guirra, falou da alegria de trabalhar nas escolas e levar a discussão da violência contra a mulher para os estudantes. “É muito importante no nosso trabalho de prevenção trabalhar com os alunos de forma lúdica, e a música é um meio para isso. A ideia é que através desses trabalho, os jovens levem a discussão para seu lares, entendendo que todos merecem respeito, homens e mulheres”, disse.

A delegada, Debora Cardoso de Moraes representou o delegado regional, Adilson Gonçalves Macedo, e se disse encantada com o evento. O investigador, Reginaldo Gonçalves, que representou o delegado da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Herodoto Fontenele, ressaltou a importância do trabalho da Rede de Frente para a sociedade. “Especialmente ao que tange a capacitação dos policiais, para atendimento humanizado.




Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.5%
1.3%