11/12/2018 às 13h14min - Atualizada em 11/12/2018 às 13h14min

Polícia investiga morte de indígena de 9 anos com sinais de agressão

Só Notícias
Uma menina indígena, de 9 anos, morreu, no domingo, no hospital em Querência, após ter dado entrada na unidade médica com sinais de agressão. Um investigador da Polícia Civil informou, que a polícia foi comunicada pela enfermeira da aldeia onde a menor morava com os pais, localizada a cerca de 180 km do centro da cidade.

A criança que possuía deficiência mental, foi socorrida e encaminhada ao hospital. Ela apresentava ferimentos possivelmente de agressão. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para exame de necropsia.

Ainda segundo o investigador todos os familiares já foram ouvidos, mas não foi divulgado o teor das declarações.

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%