26/11/2018 às 14h30min - Atualizada em 26/11/2018 às 14h30min

Professora morre e cinco ficam feridos após L200 bater em caminhão parado

Olhar Direto
Araguaia Notícia
A professora Jerusa Gertrudes de Souza, 51 anos, morreu na noite do último domingo (25), na MT-170, entre os municípios de Juína (1.249 quilômetros de Barra do Garças) e Castanheira. Ela estava em uma caminhonete L-200 Triton, que trafegava pela rodovia estadual, com seis ocupantes. Os outros cinco foram socorridos para unidades de saúde.

A caminhonete colidiu na traseira de uma carreta que estava parada na lateral da rodovia estadual. A professora não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.
 
Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu os feridos e os encaminhou para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Uma criança, neta da professora e o marido da vítima fatal tiveram ferimentos mais graves na face e cabeça. Os demais estão fora de perigo.
 
Os dois sentidos da rodovia precisaram ser bloqueados para o trabalho das equipes. A carreta que provocou o acidente estava parada sem combustível, em um trecho sem iluminação, o que pode ter contribuído para o acidente. Não havia nenhuma sinalização.
 
A caminhonete pertence ao morador de Campo Novo do Parecis, que é um dos que está em estado grave. Ele e a família da professora estavam retornando para Juína do município de Castanheira após passarem o domingo em confraternização. O caso é investigado pela Polícai Civil. (Com informações do Juína News)
Notícias Relacionadas »
Comentários »