14/06/2013 às 17h38min - Atualizada em 14/06/2013 às 17h38min

Prefeitos fazem 'vaquinha' para ajudar em reforma de cadeia do estado

Olhar Direto
Olhar Direto

Os prefeitos de cinco municípios da região de Barra do Garças foram convidados para participar de uma espécie de ‘vaquinha’ para ajudar na reforma da cadeia de Barra, que está interditada porque o Governo do Estado só mandou R$ 30 mil, e são necessários R$ 150 mil para executar o serviço. Dois juízes de Barra puxaram a fila no sentido de convencer aos prefeitos de Barra, Roberto Farias; Pontal do Araguaia, Divina Oda: General Carneiro, Magali Vilela; de Ribeirãozinho, professor Marcos; de Torixoréu, Odoni Coelho e de Araguaiana, José Marra em ajudarem na despesa da reforma.


O juiz Bruno Marques de Oliveira disse que a cadeia está interditada desde o mês de abril e os presos estão em situações subumanas. O promotor Hudson chegou a relatar que as detentas estão fazendo necessidade fisiológica dentro de garrafas pet porque não tem banheiros.

O juiz Michel Lofti disse que a situação de caos também se instaurou junto ao socioeducativo que não tem muro separando o lugar de recuperação dos menores infratores de uma praça no bairro Santo Antônio. Bruno salientou que tem R$ 30 mil repassado pelo estado para reforma, mais 30 mil do fundo de segurança do fórum e 20 mil de madeira apreendida; mas que seriam necessários mais ou menos noventa mil.

O prefeito de Barra do Garças anunciou que vai ajudar com R$ 40 mil e as prefeituras de Torixoréu, Pontal, Araguaiana, General Carneiro e Ribeirãozinho com 10 mil cada uma. A reforma será feita imediatamente e deve ser requisitada a mão-de-obra do Exército e até mesmo detentos devem trabalhar no serviço.

O prefeito de Barra anunciou que está disposto a comprar uma terreno e repassar ao estado para construir uma nova cadeia conforme houve promessa da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado (Sejudh). “Essa reforma é paliativa e vamos ter nos sacrificar por aqui, mas espero que o estado defina logo a construção de luma nova cadeia ai sim resolvendo de vez esse problema”, completou Beto.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%